domingo, 1 de abril de 2018

Guarani e XV de Piracicaba ficam no zero na A2; Briosa empata na A3

(Foto: Denny Cesare/Codigo19)


Assim como a elite do Campeonato Paulista teve um duelo decisivo entre um alvinegro e um alviverde, a Série A2 foi movimentada neste sábado pelo jogo entre XV de Piracicaba e Guarani. As equipes fizeram jogo equilibrado e tiveram boas chances no Estádio Barão de Serra Negra, mas saíram de campo com empate por 0 a 0.

O finalista da competição e novo integrante da Série A1 de 2019 será conhecido nesta quarta-feira, às 20h30 (de Brasília), no Brinco de Ouro. Na outra semifinal, o Oeste deu um passo importante rumo à elite do futebol paulista, vencendo o São Bernardo por 2 a 1 em Barueri nesta sexta-feira. As equipes decidirão o outro finalista e promovido na terça-feira, às 20 horas, no Estádio Primeiro de Maio.

O jogo — Jogando em casa, o XV de Piracicaba teve a principal chance de gol do primeiro tempo logo aos 11 minutos. Em contra-ataque veloz, Bruninho recebeu lançamento rasteiro, invadiu a área, driblou o goleiro e chutou para o gol, mas o lateral Lenon evitou o gol de carrinho.

Os donos da casa continuavam melhor, mas quase sofreram o primeiro gol do jogo aos 27 minutos. Após cobrança de escanteio de Rondinelly, Lombardi cabeceou para grande defesa do goleiro Samuel.

Depois do susto, o Guarani melhorou em campo à medida que a intensidade do ataque piracicabano diminuiu. No entanto, mesmo com o Nhô Quim desgastado fisicamente, o Bugre não conseguiu furar a defesa e os times foram para os vestiários com o placar zerado.

Para o segundo tempo, o XV voltou com a mesma postura do primeiro tempo, pressionando e tentando sair na frente. Já o Guarani seguia principalmente na defesa tentando levar a disputa para Campinas sem vantagem para os adversários.

O Guarani perdeu grande chance de marcar aos 35 minutos. Erik recebeu lançamento de Baraka pelo alto e chutou de voleio na área, mas colocou muita força no arremate e mandou por cima.

Desesperado, o XV abriu mão da tática e abusou das bolas aéreas tentando sair de campo em vantagem. No entanto, a última grande chance do jogo, que foi também a melhor, foi do Guarani. Denner chutou forte da intermediária e carimbou o travessão da equipe da casa nos acréscimos. Sem sucesso no ataque, as equipes saíram de campo sem gols marcados e deixam a decisão para o jogo de volta.

Também neste sábado, todos os jogos de ida das quartas de final da Série A3 foram realizados. No primeiro jogo, pela manhã São Carlos e Portuguesa Santista empataram por 2 a 2. À noite, vitórias de Barretos e Velo Clube e o empate entre Noroeste e Atibaia completaram a rodada.

Portuguesa Santista e São Carlos empatam e decidem em Santos

No estádio Luiz Augusto de Oliveira, em São Carlos, o time local recebeu a Portuguesa Santista, melhor equipe da primeira fase, e quase saiu de campo com a vitória. O São Carlos esteve em vantagem duas vezes, mas cedeu o empate em ambas e terminou o jogo com empate por 2 a 2.

Os donos da casa abriram o placar aos 24 minutos com gol contra do zagueiro Dema, mas sofreram empate no último lance da primeira etapa pelos pés de Diogo Lopes. No segundo tempo, Maranhão deixou os São Carlos novamente na frente aos 36 minutos, mas o lateral-direito Rafael Ferro salvou a Briosa da derrota com gol nos acréscimos.

Noroeste recebe Atibaia em empate sem gols

Em Bauru, o Noroeste recebeu o Atibaia tentando conseguir alguma vantagem para o jogo de volta, mas não saiu do zero. A equipe visitante entrou em campo bem postada defensivamente, segurou o empate em jogo truncado e precisa de um empate para avançar às semifinais por ter terminado a primeira fase na frente do Noroeste.

Mandantes, Barretos e Velo Clube saem na frente

Nos outros dois jogos da rodada, os mandantes saíram na frente em busca de vagas na semifinal. Em Barretos, o time da casa recebeu o Desportivo Brasil e venceu por 2 a 1. Os gols, todos no segundo tempo, foram de João Henrique (de pênalti) e Zezinho para os mandantes e Edson Pio (também de pênalti) para os visitantes.

Já em Rio Claro, o Velo Clube venceu o Capivariano, segunda melhor equipe da primeira fase, também por 2 a 1 e com todos os gols na etapa complementar. Rodney marcou no início do segundo tempo para os dons da casa, mas Bill empatou logo em seguida. O gol da vitória veio aos 40 minutos do segundo tempo com Makanaki.

Gazeta Esportiva