domingo, 20 de maio de 2018

Anúncio de arena multiuso reúne políticos em Ribeirão Preto

(Foto: Reprodução)


A Prefeitura de Ribeirão Preto e o Governo Federal oficializaram nesta sexta-feira (18), a construção de uma arena multiuso para a iniciação esportiva na zona Norte da cidade. O investimento será de quase R$ 3 milhões e o local, de 3,5 mil m² vai receber praticantes de 20 modalidades esportivas.  

Participaram da solenidade no Palácio Rio Branco o ministro do Esporte, Leandro Cruz Fróes da Silva, o deputado federal, Baleia Rossi (MDB), o prefeito Duarte Nogueira (PSDB), além de secretários municipais e vereadores.  

Logo após a cerimônia, todos foram até o local que vai receber o centro de Iniciação Esportiva (CIE), no cruzamento das avenidas Ettore e Aurora Coraucci e jornalista Antônio Carlos Pinho Sant' Anna, no bairro Orestes Lopes de Camargo, para assinar a ordem de serviço e dar início às obras.  

"Vocês estão recebendo um equipamento de primeira linha, de ponta. Atletas na cidade eu já vi que tem de sobra, mas que terão um novo e excelente equipamento para proporcionar uma melhor condição de treino e capacitação dos atletas", afirmou o ministro. 

Com valor inicial disponibilizado pelo Ministério do Esporte de R$ 3.342.057,60 e contrapartida da prefeitura de R$ 543.023,99, o investimento no CIE totaliza R$ 3.885.081,59. Com a concorrência pública realizada pela administração municipal, o projeto será construído pelo valor final de R$ 2.828.152,39, com uma economia de R$ 1.056.929,20. 

Cava do Bosque  

O prefeito aproveitou a solenidade para anunciar que as obras de instalação dos 18 aquecedores para a piscina olímpica da Cava do Bosque, doados pelo Serviço Social da Indústria (Sesi), vão começar no dia 12 de junho. O valor do investimento será de R$ 150 mil, provenientes de emenda do deputado federal Baleia Rossi. 

Números do CIE  

Ginásio com capacidade para 177 lugares cobertos  

13 modalidades olímpicas: Badminton, Basquete, Boxe, Esgrima, Ginástica Artística, Ginástica Rítmica, Trampolim, Handebol, Judô, Levantamento de Peso, Lutas, Taekwondo, Tênis de Mesa, Vôlei e Vôlei de Praia  

6 modalidades paraolímpicas: Esgrima em cadeira de rodas, Goalball, Halterofilismo, Judô, Tênis de Mesa e Vôlei Sentado  

1 modalidade não olímpica: futebol de salão  

Investimento: R$ 2,8 milhões

Jornal A Cidade