quarta-feira, 30 de maio de 2018

CBF aguarda aprovação da Fifa para confirmar VAR na Copa do Brasil

(Foto: Reprodução)


Os confrontos das quartas de final da Copa do Brasil foram definidos em sorteio realizado nesta quarta-feira na sede da CBF, e a próxima fase da competição nacional traz uma novidade: o uso do árbitro de vídeo. A tecnologia, porém, ainda não está garantida, já que depende da aprovação da Fifa, que analisará se a entidade brasileira cumpriu todas as exigências pré-estabelecidas.

- A Fifa está sendo rigorosa com todos países em relação à implantação do projeto. Se faltar um detalhe, não é autorizado. Tudo será feito e enviado para a Fifa, eles vão analisar e dar o “ok”. Se faltar uma das fases, não será autorizado. É um processo muito rigoroso. A CBF está investindo pesado, mas o protocolo é rigoroso - afirmou Sérgio Correa, presidente da CNA, a Comissão Nacional de Arbitragem.

Já testado na fase final da Copa Libertadores de 2017, o sistema será utilizado também na Copa do Mundo, que começa no próximo dia 14 de junho, na Rússia. Inclusive, o período de pausa para o Mundial será essencial para a finalização do treinamento dos árbitros.

- Em junho agora, durante a Copa, estaremos treinando os árbitros, assistentes e os instrutores, que ainda não temos no Brasil, à exceção do Manoel Serapião e do Alicio Pena Júnior - explicou Correa.

Para que a tecnologia possa ser utilizada nas quartas de final da Copa do Brasil, a comissão precisa cumprir todas as exigências até 15 dias antes da primeira data da próxima fase (que é dia 1º de agosto).

O modelo de sorteio adotado pela CBF para definir as equipes de arbitragem também precisa ser analisado, já que a Fifa exige a definição da equipe cinco dias antes do confronto e a Confederação trabalha com prazo de 48h.

- Se for sorteado um árbitro que não esteja na relação dos aprovados para o uso do VAR, vai ser vetado. Vai ter que sortear de novo. Mas o VAR pode ser indicado. Em 2017, 64 deles passaram por um treinamento e a comissão vai selecionar metade. Não existe a possibilidade de ter um jogo com VAR e outros sem. Ou os quatro, ou nenhum - concluiu o presidente da CNA.

Clubes comemoram a novidade

Os representantes de dois clubes que participaram do sorteio das quartas de final da Copa do Brasil, Corinthians e Grêmio, aprovaram a novidade.

- Eu acho importante. A oportunidade é muito boa, é uma fase decisiva, fica sempre desconfortável um erro gerar a classificação de qualquer uma das equipes. É importante que a gente se esforce para aprimorar, evoluir e diminuir os erros - disse o gerente de futebol do Corinthians, Alessandro Nunes.

- O Grêmio é o time que mais participou de jogos com o VAR (semifinais e finais da Libertadores e Mundial de 2017 e Recopa de 2018). Eu acho muito bom que a CBF queira colocar já nessa fase. É importante para a justiça do resultado e ajudar a arbitragem em jogos tão importantes como esse - afirmou o diretor executivo de futebol do Grêmio, André Zanotta.

As quartas de final da Copa do Brasil têm as datas definidas para 1º, 8, 15 e 29 de agosto. Abaixo os confrontos (os times em negrito fazem o primeiro jogo em casa):

Grêmio x Flamengo
Corinthians x Chapecoense
Vasco ou Bahia x Palmeiras
Santos x Cruzeiro ou Atlético-PR

Globo Esporte