quarta-feira, 30 de maio de 2018

Chape domina o Ceará, vence a segunda na competição e foge do Z-4 do Brasileirão

 (Foto: MARCIO CUNHA/ESTADÃO CONTEÚDO)


Durante a semana, Gilson Kleina pregou cautela para enfrentar o Ceará. A Chape respeitou, mas foi para cima do adversário direto na luta contra o rebaixamento. Depois de pressionar por todo o primeiro tempo, o Verdão chegou ao gol apenas no segundo, com Arthur. Canteros ampliou pouco depois e garantiu a segunda vitória dos catarinenses no Brasileirão.

Durante a semana, Gilson Kleina pregou cautela para enfrentar o Ceará. A Chape respeitou, mas foi para cima do adversário direto na luta contra o rebaixamento. Depois de pressionar por todo o primeiro tempo, o Verdão chegou ao gol apenas no segundo, com Arthur. Canteros ampliou pouco depois e garantiu a segunda vitória dos catarinenses no Brasileirão.

Os dois clubes enfrentam times mineiros na próxima rodada. A Chapecoense entra em campo no sábado, às 16h (de Brasília), contra o Atlético-MG, fora de casa. O Ceará recebe o Cruzeiro, no domingo, às 19h, no Castelão.

Em casa e pressionada pelas duas derrotas fora de casa, a Chapecoense iniciou o jogo demonstrando uma atitude bem ofensiva. Com a postura em campo, praticamente dominou todo o primeiro tempo. Foram do time verde e brancos as principais chances, mas quando diminuiu a intensidade, também viu o Ceará assustar. O goleiro do Vovô fez um ótimo primeiro tempo e salvou o time em pelo menos duas oportunidades.

A primeira boa chance dos donos da casa aconteceu aos 18 minutos. Em contra-ataque, Leandro Pereira serviu, e Guilherme parou em Everson. A resposta do Ceará foi com Valdo, que, após escanteio, mandou perto do gol defendido por Jandrei.  Márcio Araújo, aos 30, e Arthur, aos 35, em finalizações de dentro da área, desperdiçaram. Leandro Pereira teve oportunidade aos 41, mas esbarrou em Everson, que fez um grande primeiro tempo.

A Chapecoense foi ainda mais incisiva na segunda etapa.O time verde e branco subiu as linhas de marcação e manteve a bola no campo de ataque. Canteros, pelo lado direito, fez dobra com Apodi e por lá criou as melhores jogadas. O Ceará se fechou na defesa, com a entrada de mais um zagueiro, tentou controlar as investidas e sair em contra-ataque. Assustou duas vezes, mas sucumbiu à pressão.
Kleina mexeu na equipe, com Wellington Paulista na vaga de Guilherme. Demorou pouco para a Chapecoense abrir o placar. Após cruzamento do camisa 9, Arthur empurrou para o fundo das redes. Canteros ampliou em bela cobrança de falta e garantiu a segunda vitória dos donos da casa no Brasileirão.

Globo Esporte