quarta-feira, 2 de maio de 2018

Curry volta, faz a diferença, e Warriors abrem 2 a 0 contra os Pelicans

(Foto: Getty Images)


Stephen Curry não é apenas uma estrela da NBA, a liga americana de basquete. Ele é o rosto do Golden State Warriors. Sem sua presença, o time perde identidade por melhor que jogue. Nesta terça-feira, na sua volta às quadras depois de um mês afastado por uma lesão no joelho esquerdo, o armador deu uma demonstração do que isso significa. Começou no banco de reservas e liderou os companheiros na apertada vitória por 121 a 116 sobre o New Orleans Pelicans, em casa, abrindo 2 a 0 na série melhor de sete jogos das semifinais da Conferência Oeste. O próximo encontro será na sexta-feira, em Nova Orleans.

Em 27 minutos, Curry terminou o jogo com 28 pontos, sete rebotes e três roubadas de bola. Ele converteu cinco de suas 10 bolas de três. Só não foi o cestinha do time pela grande exibição de Kevin Durant no último quarto, quando marcou 15 de seus 29 pontos e selou a vitória dos Warriors em um momento de dificuldade contra os Pelicans.

Os Warriors ainda contaram com a disposição de sempre de Draymond Green, que se envolveu em confusões com Nikola Mirotic, Rajon Rondo e Anthony Davis. Ele marcou 20 pontos, pegou nove rebotes e deu 12 assistências, mas foi mais importante para reduzir o impacto de Anthony Davis, que fez 25 pontos e pegou 15 rebotes, mas converteu 12 de 24 arremessos.

Pelos Pelicans, Jrue Holiday somou 24 pontos, oito rebotes e oito assistências, conseguindo ainda um bom desempenho na marcação de Durant. Enquanto teve fôlego, controlou o monstro dos Warriors, mas pesou o fato de atuar por 46 minutos. Rajon Rondo colaborou com 22 pontos, sete rebotes e 12 assistências.

Curry fez a festa da torcida ao entrar em quadra a quatro minutos e 20 segundos do fim do primeiro quarto. Logo recebeu a bola para um arremesso de três e não decepcionou, abrindo um sorriso e contagiando a todos no ginásio. Mesmo com seu desempenho no período, os Warriors não conseguiram terminar à frente, mas reduziram a vantagem, que chegou a ser de nove pontos, para apenas dois.

Se no primeiro jogo, os Warriors praticamente decidiram o confronto no segundo quarto, a situação foi bem diferente desta vez. Em um duelo equilibrado, protagonizado por um confronto direto entre Kevin Durant e Jrue Holiday, os times se alternaram na liderança. E, graças a uma bola de três de Klay Thompson no estouro do cronômetro, o atual campeão terminou na frente por três pontos.

Os Pelicans se mantiveram firmes no jogo e conseguiram conter os Warriors no momento em que costumam ser fatais. Mesmo com um grande terceiro quarto de Curry, em que marcou 13 pontos, os atuais campeões não deslancharam no período como estão habituados e levaram uma vantagem de apenas dois pontos para os 12 minutos finais do confronto.

Durant até esse momento estava sendo controlado pelo bom desempenho de Holiday. No entanto, o armador dos Pelicans precisou ficar em quadra 46 minutos e isso pesou. O jogador dos Warriors encontrou mais espaços no último quarto, quando marcou 15 pontos, mas do que nos três períodos anteriores somados, e acabou decidindo o confronto para os atuais campeões.

(2º) Golden State Warriors 2 x 0 New Orleans Pelicans (6º)

Jogo 1 - 28/4 - Warriors 123 x 101 Pelicans
Jogo 2 - 1/5 - Warriors 121 x 116 Pelicans
Jogo 3 - 4/5 - Pelicans x Warriors, às 21h (ESPN)
Jogo 4 - 6/5 - Pelicans x Warriors, às 16h30 (ESPN)
Jogo 5 - 8/5 - Warriors x Pelicans, a definir - se necessário
Jogo 6 - 10/5 - Pelicans x Warriors, a definir - se necessário
Jogo 7 - 14/5 - Warriors x Pelicans, a a definir - se necessário

Globo Esporte