quarta-feira, 16 de maio de 2018

Elenco do Sporting diz que jogará final, apesar de "não ter condições psicológicas"

(Foto: Reprodução)


A grave crise desencadeada pela agressão de torcedores encapuzados no CT do Sporting, na última terça-feira, segue gerando repercussão em Portugal. Depois de o clube cancelar os treinamentos desta quarta e quinta, surgiu o temor de que os atletas não atuassem na final da Taça de Portugal, contra o Desportivo das Aves, no próximo domingo. Mas os jogadores vieram a público através de comunicado para garantir presença na partida.

O documento enviado à imprensa portuguesa é assinado por diversos jogadores do elenco, que usam um tom de crítica e afirmam que os atletas não podem retomar "a atividade de forma normal". Entretanto, o time garante que entrará em campo por respeito ao futebol português e ao adversário.

- Também por respeito pelos sues colegas e pelo Clube Desportivo das Aves, e por todos os quantos amam e vivem o futebol, sem prejuízo das decisões que cada um tomará, os abaixo-assinados honrarão a sua condição de profissionais, disputando o jogo da final da Taça de Portugal no dia 20 de maio - diz a nota, que tem, entre as assinaturas, as dos brasileiros Wendel e Bruno César.

Confira a íntegra do comunicado:

Os abaixo assinados, jogadores profissionais ao serviço do Sporting Clube de Portugal, que constituem o plantel da equipa principal de futebol, depois de ponderarem todos os acontecimentos recentes, com particular destaque para os ocorridos ontem, na Academia do SCP, consideram que os mesmos são de enorme gravidade e impõem uma reflexão séria, calma e racional no que respeita às suas consequências e eventuais medidas a tomar por cada um de acordo com os termos e prazos legais.

Sem embargo de os abaixo-assinados considerarem não ter condições anímicas e psicológicas para, de imediato, retomarem a sua atividade de uma forma normal, porque a final da Taça de Portugal é uma festa do futebol português, o espelho do desporto nacional, no qual estão em causa todos os profissionais de futebol, o bom nome de Portugal e a dignidade das instituições do futebol, e também por respeito pelos sues colegas e pelo Clube Desportivo das Aves, e por todos os quantos amam e vivem o futebol, sem prejuízo das decisões que cada um tomará, os abaixo-assinados honrarão a sua condição de profissionais, disputando o jogo da final da Taça de Portugal no dia 20 de maio.