quarta-feira, 9 de maio de 2018

Juve aproveita "apagão" de Milan e Donnarumma, atropela e é tetra da Copa da Itália

(Foto: Reprodução)


A Juventus segue a sua rotina de empilhar troféus na Itália. Nesta quarta-feira foi a vez da Copa da Itália – pela quarta temporada seguida, um recorde. Mas talvez mais importante tenham sido as condições: o título veio diante de um de seus maiores rivais, o Milan, e com uma goleada por 4 a 0, construída toda no segundo tempo. Benatia, duas vezes, Douglas Costa e Kalinic (contra) marcaram os gols do jogo no Estádio Olímpico. No domingo pode ser a vez do scudetto do Campeonato Italiano. E assim o mundo gira para a Velha Senhora...

O goleiro prodígio do Milan falhou clamorosamente em dois gols da Juventus - ironicamente, vinha fazendo boa partida. Aos 15, Douglas Costa chutou da entrada da área, e Donnarumma tentou encaixar, mas acabou colocando para dentro. Em seguida, aos 18, Mandzukic cabeceou fraco, ele soltou, e Benatia marcou o seu segundo na partida. Noite para esquecer.

Douglas Costa vive o seu melhor momento com a camisa bianconera. Nos últimos oito jogos, marcou três gols e deu seis assistências. Hoje foi mais uma ótima opção de ataque, sendo explorado quase sempre em velocidade pela ponta-esquerda. Parece já ter carimbado a vaga na lista de Tite para a Copa do Mundo.

Depois de festejar a 13ª Copa da Itália numa campanha em que não sofreu um gol sequer em quatro jogos, a Juve volta as atenções para o Campeonato Italiano. Com seis pontos de vantagem para o Napoli faltando duas rodadas, a Velha Senhora só precisa de um empate com a Roma, novamente no Olímpico - ou de um tropeço de seu rival diante da Sampdoria, em Gênova - para garantir o 34º scudetto. Os dois jogos acontecem no domingo às 15h45 (de Brasília).

Depois de um primeiro tempo equilibrado, a Juve resolveu o título num intervalo de nove minutos. Criou uma vantagem enorme com duas falhas de Donnarumma e mostrou toda a sua superioridade mental sobre um adversário gigante na camisa, mas ainda frágil em muitos aspectos. A Velha Senhora terminou o jogo com 17 finalizações a favor (e 10 contra).

Globo Esporte