domingo, 13 de maio de 2018

No último jogo em casa da temporada, PSG perde para Rennes

(Foto: Franck Fife/AFP)


O campeão francês Paris Saint-Germain se despediu de sua torcida com derrota. Com Neymar na arquibancada, a equipe de Di Maria e Mbappe entrou em campo com time misto e foi surpreendida pelo Rennes, que venceu por 2 a 0. Todos os gols da partida foram no segundo tempo.

A partida marcou a despedida de Thiago Motta, brasileiro naturalizado italiano, do Parque dos Príncipes. O volante, que defende o PSG desde 2012, anunciou que pendurará as chuteiras ao final da temporada. Em seu último jogo em casa, ele foi homenageado pelo clube e pela torcida.

O resultado não muda nada para o PSG, que segue com 92 pontos. No entanto, a vitória pode ser importantíssima para o Rennes, que chega a 57 pontos e continua na quinta posição. A equipe se coloca perto de uma possível vaga na Liga Europa se o Olympique de Marselha conquistar a competição frente ao Atlético de Madrid.

O jogo — Apesar de entrar em campo com time misto, o PSG dominou a partida desde o pontapé inicial. Os campeões franceses retinham a posse de bola no ataque e quase abriram o placar aos nove minutos, quando Di Maria recebeu de Mbappe e acertou o travessão do

A partir dos 15 minutos, o Rennes tomou o controle do jogo e passou a ameaçar o gol de Trapp, principalmente em bolas aéreas. No entanto, a zaga do PSG e o volante ítalo-brasileiro Thiago Motta se mostraram sólidos e impediram o sucesso adversário.

No decorrer da primeira etapa, os parisienses melhoraram e voltaram a dominar a partida, como se esperava antes do apito inicial. A equipe até criou chances com Nkunku e Mbappe, mas demonstrou pouca criatividade no ataque. Ao final da primeira etapa, o placar mostrava um empate sem gols.

Logo nos primeiros minutos do segundo tempo, o Rennes, que começou melhor, surpreendeu e abriu o placar. No quinto minuto, após cruzamento na área dos parisienses, Thiago Motta cometeu pênalti em Hunou. Na cobrança, Bourigeaud venceu Trapp e marcou o primeiro gol do jogo.

Com o gol, a equipe de Paris finalmente acordou para o jogo. Aos 16 minutos, Draxler e Rabiot entraram no lugar de Nkunku e Diarra e deram mais poder ofensivo ao time. Aos 22 e 25 minutos, Di María teve duas chances de empatar, mas parou no goleiro em ambas.

O grande momento do PSG na partida foi interrompido pelo inesperado segundo gol do Rennes. Aos 25 minutos, o atacante Hunou foi lançado na meia esquerda, invadiu a área e chutou por cima do goleiro Trapp, marcando um belo gol e deixando sua equipe muito perto da vitória.

Com dois gols de desvantagem, o time mandante se lançou ainda mais ao ataque, mas parou na defesa do Rennes, que só se preocupava em defender o gol defendido por Koubek. A retranca deu certo e os visitantes carimbaram a faixa de campeão do PSG com a vitória por 2 a 0.

Outros jogos da rodada têm gols brasileiros

A 37ª rodada do Campeonato Francês teve jogos importantes na luta contra o rebaixamento e por vaga na Liga dos Campeões.

Na parte de cima da tabela, o Monaco venceu o Saint-Etienne por 1 a 0, com gol do brasileiro Fabinho nos acréscimos, e chegou muito perto de uma vaga na principal competição europeia. O Lyon, por outro lado, perdeu para o Strasburg por 3 a 2. O Olympique de Marselha abriu a rodada na sexta-feira empatando por 3 a 3 com o Guingamp.

Na outra ponta da tabela, o Caen foi derrotado pelo Nice por 4 a 1 e ainda pode disputar o playoff contra o rebaixamento diante do terceiro colocado da segunda divisão. Quem disputaria a decisão neste momento seria o Toulouse, que perdeu por 4 a 2 para o Bordeaux, que contou com um gol do brasileiro Malcom. O Troyes empatou com o Montpellier e pode, no máximo, disputar o playoff. Já o Lille venceu o lanterna Dijon e escapou da queda

Gazeta Esportiva