segunda-feira, 11 de junho de 2018

Faça seu e-commerce golear a concorrência com a Copa do Mundo

(Foto: Reprodução)


Por Carlos Alves *

Um dos maiores eventos do planeta, a edição de 2018 da Copa do Mundo de futebol já mobiliza os torcedores para a sua disputa. A seleção brasileira novamente é uma das favoritas e deve apagar a decepção da derrota sofrida pela Alemanha em 2014. Entretanto, não são apenas os fãs que estão empolgados com a seleção de Tite, Neymar e companhia. Os lojistas virtuais também têm motivos para comemorarem a chegada da Copa.

Neste ano, graças ao evento esportivo, o e-commerce tem a expectativa de crescer 12%. É o primeiro aumento de dois dígitos desde 2015, de acordo com o relatório Webshoppers, da E-bit. Historicamente, a disputa da Copa do Mundo sempre trouxe grandes oportunidades para o comércio eletrônico brasileiro. Em 2010, por exemplo, o faturamento cresceu 40% em relação ao ano anterior e em 2014 o aumento foi de 24%.

Por mais que alguns segmentos tenham mais apelo, como eletrodomésticos e materiais esportivos, todos os empresários podem aproveitar o evento para estimular novas vendas. Basta ter estratégia, planejamento e criatividade para aproveitar os 30 dias de jogos. Confira algumas dicas:

Defina os destaques do seu catálogo: alguns itens têm maior aderência do que outros durante o evento. Identifique em seu portfólio quais produto podem ter um desempenho melhor com a Copa do Mundo, como licenciados e oficiais da competição ou os que têm temática de esporte e do Brasil. Eles devem ter estratégias diferenciadas, com destaque na página inicial e maior divulgação à base de clientes.

Crie promoções e ações de marketing: aproveite o alcance da Copa do Mundo para estimular novos negócios. Faça promoções regulares de seus produtos, capriche no e-mail marketing e faça suas redes sociais "bombar". Mostre ao consumidor que sua loja está preparada para a Copa do Mundo e, principalmente, tem boas ofertas para quem deseja torcer pela seleção brasileira.

Esteja antenado com o evento: conforme o torneio for avançando de fase, crie iniciativas que acompanhem o momento que o usuário está vivenciando. Tanto a eliminação quanto o sucesso da equipe proporcionam gatilhos interessantes. É clássico lembrar da editora Lote 42, que prometeu 10% de desconto a cada gol da Alemanha no jogo contra o Brasil em 2014. O placar de 7x1 para os alemães garantiu 70% de desconto para os consumidores, mas ampliou a marca, esgotou o estoque e fidelizou um novo público para a empresa.

Fique de olho no concorrente: tática muito comum no futebol, é imprescindível criar um benchmarking em ocasiões como a Copa do Mundo. Analisar o que seus concorrentes estão fazendo permitem ao lojista analisar o impacto de suas ações, descobrir o que ele pode melhorar e até dar novos insights para os próximos dias. No mundo digital, tudo deve ser monitorado e comparado para sabermos se obteve o retorno esperado ou não.

Em um cenário com lenta recuperação econômica, a realização de um grande evento como a Copa do Mundo de futebol é a oportunidade que muitos empreendedores esperam para aumentarem suas vendas e melhorarem o faturamento. Afinal, a tabelinha entre e-commerce e futebol costuma render verdadeiros gols de placa para quem se planeja e prepara.

* Carlos Alves é Carlos Alves é Diretor de Marketplace da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) e Head de E-Commerce na Riachuelo, sendo um dos precursores dos shoppings virtuais no país e o primeiro lojista a integrar em uma mesma plataforma todos grandes players nacionais