domingo, 24 de junho de 2018

Japão sai atrás duas vezes, busca empate com Senegal e lidera grupo nos cartões

(Foto: REUTERS/Marcos Brindicci)


O jogo foi uma perseguição: Senegal fazia um gol, e o Japão corria atrás para empatar. No fim, as duas seleções terminaram em 2 a 2, em jogo disputado em Ecaterimburgo. Sadio Mané e Wagué fizeram os gols senegaleses, e Inui e Honda marcaram para os japoneses.

Com o resultado, o Japão lidera o Grupo H e Senegal fica na segunda posição. As duas seleções somam quatro pontos com os mesmos números de gols marcados e sofridos. Os japoneses, entretanto, levam a melhor no critério disciplinar. São três cartões amarelos contra cinco dos senegaleses.

O Grupo H se encerra na próxima quinta-feira, com os dois jogos às 11h (de Brasília). Senegal enfrenta a Colômbia em Samara, e o Japão joga contra a Polônia em Volgogrado.

Senegal teve o domínio da partida e logo abriu o placar com Sadio Mané, em seu primeiro gol em Copas do Mundo. O astro do Liverpool contou com a sorte depois que o goleiro japonês deu rebote em chute de Sabaly. Mas o Japão não se entregou e, com frieza, chegou ao empate em belo chute de Inui.

O roteiro se repetiu. Quando parecia que Senegal tinha o domínio da partida - marcando o segundo gol em chute forte de Wagué -, os japoneses tiveram a organização necessária para igualar o placar. Pouco depois de entrar na partida, o experiente Honda apareceu na área para fazer o gol de empate do Japão.

O lateral Wagué fez história. Ele foi o jogador africano mais jovem a marcar um gol numa Copa do Mundo, com 19 anos e 8 meses.

A atuação do Japão que deu garantiu a liderança do Grupo H foi diante da princesa Takamodo. Ela assistiu à partida numa tribuna do estádio e aplaudiu o desempenho dos jogadores.

Globo Esporte