sexta-feira, 15 de junho de 2018

Petrúcio Ferreira quebra recorde mundial e é campeão do Grand Prix de Paris

(Foto: Reprodução)


Petrúcio Ferreira conquistou uma marca importante nesta sexta-feira em Paris, França, durante o Grand Prix de Atletismo Paralímpico. Além de garantir o ouro para o Brasil, o velocista bateu o recorde mundial nos 100m, completando a prova em 10s50. Foi a segunda medalha do paraibano em território francês. Na quinta-feira, Petrúcio já tinha vencido a provas dos 200m. Ele compete pela Classe t47 para amputados de membro superior.

Dono do antigo recorde, Petrúcio quebrou a própria marca nos 100m. Em 2017, no Mundial de Londres, ele tinha completado a prova em 10s53. O resultado importante foi comemorado pelo atleta em sua conta no Instagram.

- Campeão do 100m rasos, classe t47, com a marca de 10s50, com direito a recorde mundial - publicou.

O resultado teve um sabor especial para o paraibano, que lutava pelo reconhecimento da nova marca desde abril. Pelo Desafio de Atletismo CBAt/CPB, o velocista correu a prova em 10s51, mas na ocasião o resultado não foi homologado. Isso porque o Comitê Paralímpico Internacional (IPC) não considera marcas sem que haja o controle de dopagem nas provas.

Petrúcio exibiu em suas redes socias a mais nova conquista  (Foto: Reprodução Instagram) Petrúcio exibiu em suas redes socias a mais nova conquista  (Foto: Reprodução Instagram)
Petrúcio exibiu em suas redes socias a mais nova conquista (Foto: Reprodução Instagram)

Nos 200m rasos, o velocista também foi campeão em Paris. O paraibano completou a prova em 21s39. Foi a terceira melhor marca da carreira dele. Petrúcio foi o melhor atleta paralímpico do Brasil na Rio 2016, com um ouro nos 100m T47 e duas prata nos 400m e no 4x100m.

O Grand Prix de Paris é a segunda prova internacional do brasileiro em 2018. A primeira foi durante o Open Internacional de São Paulo. Ainda no primeiro semestre, ele terá mais um desafio pela frente, o Grand Prix de Berlim, nos dias 30 junho e 1º de julho.

Globo Esporte