segunda-feira, 18 de junho de 2018

Técnico da Tunísia quer que derrota no fim sirva de lição, mas elogia: "Fomos capazes de jogar de igual para igual"

 (Foto: REUTERS/Toru Hanai)


A Tunísia perdeu, mas o técnico Nabil Maâloul se mostrou na entrevista coletiva bastante satisfeito com o desempenho da equipe na derrota por 2 a 1 para a Inglaterra, nesta segunda-feira, em Volgogrado.


Para o treinador, o gol nos acréscimos serve de lição para que a Tunísia se mantenha concentrada durante todo o tempo nas próximas partidas da Copa do Mundo.

– Fomos muito fortes por 90 minutos. Até cedermos o segundo o gol, fomos bem. É verdade que não criamos tanto, mas aprendemos que no futuro temos de manter muita coordenação, muita atenção. Não podemos esquecer que tivemos duas lesões também. Fomos capazes de jogar de igual para igual. Se tivéssemos o empate seria um grande resultado. Nós esperamos que isso nos ensine a ter mais concentração nos jogos seguintes – afirmou.

Maâloul destacou a atuação do centroavante Harry Kane, autor dos dois gols da Inglaterra.

– Harry Kane é um dos melhores atacantes no mundo. É por isso que ele é muito acima de nós. Ele esteve por trás da vitória da Inglaterra. Ele é um dos grandes artilheiros.

A Tunísia volta a jogar no sábado, contra a Bélgica, às 9h (de Brasília), em Moscou, pelo Grupo G.

Globo Esporte