Warriors sobrevivem aos 51 pontos de LeBron e fazem 1 a 0 na final da NBA

(Foto: Getty Images)


A quantidade de talento que o Golden State Warriors carrega faz com que o atual campeão da NBA, a liga americana de basquete, encontre respostas até no fundo do seu banco para situações complicadas. Imagine, então, em um jogo bem distribuído nas pontuações entre seus três principais cestinhas e quando o adversário desperdiça uma chance valiosa de vencer como aconteceu com JR Smith. Foi assim, em um duelo bem mais equilibrado do que o esperado, que o time superou uma atuação monstruosa de LeBron James e abriu com uma vitória por 124 a 114 sobre o Cleveland Cavaliers, na prorrogação, nesta quinta-feira, em casa, a série melhor de sete da final da competição. O próximo encontro, que promete ser ainda mais quente depois de um fim com uma sequência de provocações, será novamente em Oakland, domingo, às 21h (de Brasília).

Stephen Curry, Kevin Durant e Klay Thompson somaram 79 pontos, cada um com seu momento no jogo. Draymond Green deu sua contribuição habitual com 13 pontos, 11 rebotes, nove assistências e cinco roubadas de bola. E até JaVale McGee teve sua importância, mesmo com apenas seis minutos de quadra no começo do terceiro quarto, quando deu aos Warriors boas defesas sobre LeBron e quatro pontos, mesmo tendo errado uma enterrada de forma bisonha.

Curry terminou o jogo com 29 pontos, 18 deles nos dois primeiros quartos, quando foi o principal responsável pelo ataque do time. Ainda pegou seis rebotes e deu nove assistências. Ele converteu cinco de 11 bolas de três pontos, uma delas de muito longe no estouro do cronômetro no segundo quarto, quando deixou o placar empatado em 56 a 56.

Os Warriors ainda sobreviveram a um susto no primeiro quarto, quando JR Smith caiu de forma estranha sobre a perna esquerda de Klay Thompson, que foi para o vestiário e só voltou para a quadra no começo do segundo período. Ainda assim, conseguiu marcar 24 pontos, sendo importante em alguns momentos de desafogo.

LeBron James tentou de tudo para carregar os Cavaliers, que conseguiram conter o famoso terceiro quarto do atual campeão, mesmo tendo terminado seis pontos atrás nesse momento do confronto. Ainda assim, foi o período no qual Kevin Durant despertou no jogo, quando marcou 10 de seus 26 pontos no jogo.

Mas esse esforço de LeBron, mesmo depois de uma pancada que machucou seu olho esquerdo no segundo quarto, não foi suficiente. Seus 51 pontos, igualando o recorde de 109 jogos de playoffs de Michael Jordan pontuando 30 ou mais, oito assistências e oito rebotes não evitaram a derrota dos Cavaliers na abertura na série, mas deram um ar diferente ao confronto. Os Warriors continuaram encontrando soluções com sua vasta quantidade de talento, inclusive com Green despertando no último quarto com seu primeiro arremesso de três pontos convertido desde o jogo 5 da série contra o Houston Rockets na final do Oeste.

A 50 segundos do fim, LeBron colocou os Cavaliers na frente por dois pontos em uma bandeja de força e equilíbrio em cima de Kevon Looney, convertendo o lance-livre na sequência. Em uma decisão polêmica da arbitragem, que havia marcado falta de ataque e mudou a marcação, Durant empatou novamente com 36 segundos por jogar.

LeBron fez mais uma bandeja rápida, e Curry deu a resposta, ainda sofrendo a falta, deixando os Warriors em vantagem de um ponto a 24 segundos do fim. Os Cavaliers tiveram a chance de vencer. Primeiro, George Hill sofreu falta de Thompson, acertou uma cobrança e errou a segunda. JR Smith pegou o rebote e com a chance de ir para a cesta, segurou a bola pensando que Cleveland estivesse à frente. Assim, a decisão do jogo 1 foi para a prorrogação.

A sobrevivência dos Warriors no tempo regulamentar se transformou em passeio. Rapidamente, o atual campeão abriu 9 a 0 sobre os Cavaliers, diante de um rival ainda atônito com o erro de JR Smith. Nem LeBron conseguiu superar a chance desperdiçada pelo time. Curry, Durant e seus companheiros podem e devem comemorar uma vitória com drama contra todas as apostas, e Green tirando onda no fim, provocando de todas as formas os adversários, que resultou em discussões entre vários jogadores e a expulsão de Tristan Thompson em uma confusão com o próprio Green.

Golden State Warriors 1 x 0 Cleveland Cavaliers

Jogo 1 - 31/5 - Warriors 124 x 114 Cavaliers
Jogo 2 - 03/6 - Warriors x Cavaliers - 21h
Jogo 3 - 06/6 - Cavaliers x Warriors - 22h
Jogo 4 - 08/6 - Cavaliers x Warriors - 22h
Jogo 5 - 11/6 - Warriors x Cavaliers - 22h - se necessário
Jogo 6 - 14/06 - Cavaliers x Warriors - 22h - se necessário
Jogo 7 - 17/06 - Warriors x Cavaliers - 21h - se necessário

Globo Esporte