quinta-feira, 26 de julho de 2018

Alfinetadas: Futebol brasileiro se tornou trampolim para o mercado internacional

(Foto: Reprodução)

Por Nicholas Araujo
Redação Blog do Esporte


As últimas transferências no futebol brasileiro (Vinicius Junior, Rodriguinho, Rodrygo e Paulinho) mostram nitidamente a situação do Brasil. Pouco atrativo, os atletas revelados em solo brasileiro almejam o futebol internacional, em especial o europeu. São poucos os que valorizam a terra natal e ficam por muitos anos em uma mesma equipe.

Entretanto, isto também é culpa dos clubes. Na primeira oportunidade, as equipes vendem para o mercado que pagar mais e o que tiver melhor custo-benefício (mais benefício e menos custo, no caso). São poucos aqueles times que seguram suas estrelas por mais de 1 ano.

Os problemas são evidentes, desde o comando máximo do esporte, passando pela arbitragem, dirigentes, infraestrutura e até a parte financeira. O interior é o que mais sofre com essa compulsão financeira, pois ao final da temporada estadual, é inevitável a saída de jogadores. Este é um dos motivos para o rebaixamento e até a falência de clubes tradicionais, como foi o caso do União São João, de Araras, SP.

Em suma, o futebol brasileiro precisa se reinventar, o grande desafio após a Copa da Rússia. É um caminho longo, mas se houver seriedade, teremos tantas alegrias que já marcaram o futebol pentacampeão mundial.