segunda-feira, 30 de julho de 2018

Assoeva se impõe no Parque São Jorge, bate o Corinthians e respira na LNF

(Foto: Yuri Gomes/Elite Comunicação)


O Corinthians teve uma noite para esquecer nesta segunda-feira. Jogando no ginásio Wlamir Marques, no Parque São Jorge, o Timão foi derrotado por 2 a 0 pela Assoeva, que ocupava até então a penúltima colocação na LNF. Com os três pontos desta noite, a equipe gaúcha subiu para o 17º lugar, com dez pontos, mesma pontuação do Cascavel, que tem uma vitória a mais - três contra duas do time de Venâncio Aires. O Corinthians, por sua vez, segue em quinto com 22 pontos.

A próxima partida do Alvinegro é contra o Paraíso, na segunda-feira, 6 de agosto, em São Sebastião do Paraíso (MG) - o SporTV.com transmite ao vivo a partir das 19h. Já a Assoeva entra em quadra apenas no dia 31 de agosto. O adversário é o Carlos Barbosa, fora de casa.

- Toda derrota serve de alerta. Acho que nós não fizemos um mau jogo, mas nós levamos um gol cedo e fomos para cima, só que o goleiro deles estava numa noite muito boa e eles acabaram marcando o segundo gol no segundo tempo - disse o pivô corintiano Wilde.

Dimas abre o placar

O jogo começou truncado e com poucas oportunidades. Com a marcação adiantada, a Assoeva conseguiu abrir o placar aos quatro, quando Caio Júnior serviu Dimas, que tocou com categoria na saída do goleiro Obina. O Corinthians teve a sua primeira chance aos cinco. Após uma caneta de Douglas, Henrique ficou livre para finalizar, mas mandou por cima. Aos seis, já com o segundo quarteto em quadra, foi a vez de Daniel chutar com perigo de fora da área. Bem colocado, Deividi fez a defesa.

Dois minutos depois, o Corinthians chegou bem em conclusão de Murilo. Dessa vez Deividi segurou sem dar rebote. Empurrado pela torcida, o Timão aumentou a pressão nos minutos seguintes. Wilde colocou Deividi para trabalhar mais uma vez aos nove. Aos 11, Douglas carimbou o travessão. Refeito do susto, a Assoeva voltou a equilibrar as ações nos cinco minutos finais. Aos 18, Ygor teve ótima oportunidade para marcar o segundo, mas o camisa 8 tocou para fora na saída de Obina, no último lance de perigo da etapa.

Carlão amplia no segundo tempo

O segundo tempo começou com o Corinthians em cima do adversário. A primeira chance foi de Vander Carioca aos três minutos. Explorando os contra-ataques, a equipe gaúcha desperdiçou ótima oportunidade aos cinco, quando Carlão avançou sozinho e bateu na trave. Aos oito, o Timão voltou a assustar em chute de Matheus. Deividi voou no canto para fazer a defesa. Dois minutos depois, foi Murilo quem carimbou o poste esquerdo do goleiro gaúcho em conclusão de fora da área.

Apesar da pressão, o Corinthians seguia com vários problemas defensivos. E num vacilo da defesa do rival, a Assoeva marcou o segundo aos 10, com Carlão, aproveitando rebote de Obina. Aos 13, a equipe de Venâncio Aires cometeu a sua quinta falta ficando pendurada até o fim da partida. Mesmo com as condições adversas, o time gaúcho quase marcou o terceiro aos 15, com Caio Júnior. A cinco minutos do fim, o técnico André Bié lançou Wilde como goleiro-linha. Só que a Assoeva se trancou na defesa, garantindo o resultado.

Globo Esporte