quinta-feira, 12 de julho de 2018

Ceará jogará com uniformes com nomes de meninos resgatados na Tailândia

(Foto: Divulgação/Cearasc.com)


No retorno da Série A do Campeonato Brasileiro, o Ceará fará uma homenagem aos profissionais e voluntários que ajudaram na operação de resgate dos 12 garotos e do treinador do time juvenil tailandês, Javalis Selvagens. E também homenageará os próprios meninos com os nomes nas camisas dos atletas. Eles ficaram presos na caverna Tham Luang por 17 dias.

Entre os voluntários lembrados na quarta-feira (18), no Estádio Presidente Vargas, durante a partida contra o Sport, será o mergulhador Saman Kunam, que morreu durante o resgate.

Os jogadores vão atuar com uniformes com o nome dos garotos resgatados. O técnico Lisca usará camisa com o nome do treinador-assistente dos Javalis, Ekapol Chanthanwong, que também ficou preso na caverna.

O detalhe é que, após o confronto, todos o material esportivo utilizado será enviado, como presente, para os Javalis Selvagens, na Tailândia.

- Eu achei bacana a mobilização do clube e a solidariedade de se envolver em uma campanha dessa forma. Graças a Deus, as crianças e o técnico foram resgatados, e, na medida do possível, tudo trminou bem. Que o Ceará possa continuar se envolvendo em ações como essa, de cunho social, e ter mais compaixão do próximo. Isso motiva outros clubes a fazer o mesmo - disse o zagueiro Luiz Otávio.

Ceará x Sport, que marca o retorno da Série A do Campeonato Brasileiro, após a Copa do Mundo, será às 19 horas da quarta-feira (18), no Estádio Presidente Vargas, pela 13ª rodada da competição.

Globo Esporte