domingo, 1 de julho de 2018

Nada de Lakers! Paul George acerta novo contrato com o Oklahoma

(Foto: Pat Carter/Getty Images)


Logo nas primeiras horas da abertura da janela de transferências da NBA, um dos jogadores mais cobiçados da Liga anunciou o seu destino. E de forma surpreendente. Apesar dos vários rumores de que poderia seguir para o Los Angeles Lakers, Philadelphia 76ers ou Houston Rockets, Paul George vai seguir no Oklahoma City Thunder. O ala aceitou um novo contrato de quatro anos (três com opção de renovação automática para o último ano) por US$ 137 milhões (cerca de R$ 531 milhões). Com isso, ele segue ao lado de Russell Westbrook na briga por um título.

Com a renovação de Paul George e também de Jerami Grant (3 anos por US$ 27 milhões), o Oklahoma agora precisa pensar em diminuir a folha salarial, que está estourando (e muito) o teto salarial estabelecido pela NBA para a temporada 2018-2019, que é de US$ 101.869 milhões. A franquia passou a ter uma folha de US$ 156 milhões com 11 jogadores sob contrato. Com isso, a multa seria de US$ 130 milhões, a mais alta da história da NBA. Por isso, é provável que o Thunder tente se livrar de Carmelo Anthony, que decepcionou na última temporada e significaria um alívio de US$ 27.8 milhões na folha.

Na única temporada pelo Oklahoma, Paul George teve média de 36,6 minutos, 21,9 pontos, 5,7 rebotes, 3,3 assistências e 2 roubadas de bola por jogo na campanha da equipe que caiu na primeira rodada dos playoffs para o Utah Jazz. Quando deixou o Indiana Pacers, ao final da temporada 2016/2017, George, que é da Califórnia, tinha interesse em jogar pelos Lakers, mas foi convencido por Russel Westbrook para ir para Oklahoma. Agora, novamente abriu mão de jogar em Los Angeles, que segundo os rumores deve ser o destino de LeBron James e Kawhi Leonard.

Mercado de transferências movimentado

As primeiras horas da janela de transferências da NBA foi movimentada. Além do acerto com Paul George, veja as principais negociações que aconteceram na Liga:

Kevin Durant: 2 anos / US$ 61.5 milhões - Warriors
Nenhuma surpresa na permanência de Kevin Durant no bicampeão Golden State Warriors. Mas nada como uma certeza. O MVP das Finais acertou por mais dois anos, recebendo US$ 61.5 milhões, o máximo possível pelas regras da NBA.

Chris Paul: 4 anos / US$ 160 milhões - Rockets
Apesar de alguns rumores de que Chris Paul poderia deixar os Rockets para se juntar a LeBron James em alguma outra franquia da NBA, a maioria esperava a renovação do armador e a permanência em Houston. E foi o que aconteceu. A surpresa foi os Rockets toparem pagar o valor máximo por quatro anos de contrato: US$ 160 milhões.

DeAndre Jordan: 1 ano / US$ 24 milhões - Mavericks
Principal troca neste início da janela de negociações da NBA, DeAndre Jordan decidiu deixar os Clippers e acertar com o Dallas Mavericks. O pivô, um dos mais dominantes da NBA, busca agora levar os Mavs aos playoffs. Mas ele assinou um contrato de apenas uma temporada.

Nikola Jokic: 5 anos / US$ 148 milhões - Nuggets
O Denver manteve o pivô Nikola Jokic, um dos principais nomes da NBA na posição, por mais cinco temporadas oferecendo o contrato máximo.

Derrick Rose: 1 ano / US$ 2.1 milhões - Wolves
Ainda sofrendo com as lesões, o armador acertou um contrato de um ano com o Minnesota.

Um dos melhores defensores da NBA, o veterano Trevor Ariza preferiu receber mais e trocar o forte Houston Rockets para acertar com o jovem time do Phoenix Suns.

Outros acertos:

Aron Baynes: 2 anos / US$ 11 milhões - Ficou nos Celtics
Rudy Gay: 1 ano / US$ 10 milhões - Ficou nos Spurs
Jerami Grant: 3 anos / US$ 27 milhões - Ficou no Thunder
Ersan Ilyasova: 3 anos / US$ 21 milhões - Segue para os Bucks
Ed Davis: 1 ano / US$ 4.4 milhões - Segue para os Nets
Joe Harris: 2 anos / US$ 16 milhões - Segue para os Nets
Gerald Green: 1 ano / US$ 2.4 milhões - Ficou nos Rockets
Nik Stauskas: 1 ano / US$ 2.1 milhões - Segue para os Blazers
Omri Casspi: 1 ano (valor não divulgado) - Segue para os Grizzlies
Will Barton: 2 anos / US$ 54 milhões - Ficou nos Nuggets
Doug McDermott: 3 anos / US$ 22 milhões - Segue para os Pacers
Marco Belinelli: 2 anos / US$ 12 milhões - Segue para os Spurs

Globo Esporte