segunda-feira, 16 de julho de 2018

Petrix Barbosa leva três ouros e dois bronzes e é campeão nacional em Portugal

 (Foto: Divulgação)


Sem clube no Brasil, Petrix Barbosa segue com sua carreira no exterior. Depois de ser campeão na França, o ginasta brasileiro foi campeão nacional em Anadia, Portugal, no último sábado. Aos 26 anos, Petrix conquistou dois ouros e dois bronzes e levou o título da Taça Nacional no individual geral, além da competição por equipes pelo Lisboa Ginásio Clube.

-O que mais me deixou feliz, além, é claro, que ganhar as medalhas é na realidade saber que eu acertei todas as minhas séries – disse o ginasta, que só conta com o apoio de uma marca de suplementos para bancar a viagem.

Petrix conquistou o ouro na barra fixa e no salto, além de bronze no cavalo e nas argolas. Os resultados ajudaram na conquista do título também por equipes.

Foi o segundo título de Petrix na Europa neste ano. Em junho, venceu o Circuito Francês de Clubes, em Paris, na França, por equipes e no individual geral. Vestindo as cores do clube Tac Gym, pelo qual foi convidado a competir, ele levou o torneio, que foi dividido em duas etapas, disputadas em março e em junho.

Neste ano, Petrix se viu como pivô de um escândalo após denúncias contra o ex-técnico Fernando de Carvalho Lopes, que foram exibidas em uma reportagem do Fantástico, da TV Globo, no dia 29 de março, sobre abusos na modalidade, dos quais, inclusive, já foi vítima no passado.

Sem clube no Brasil desde que passou por Flamengo e Vasco, entre 2015 e 2016 – motivo que o impede de defender a Seleção Brasileira –, Petrix Barbosa sonha disputar a Olimpíada de Tóquio em 2020.

A última vez que Petrix defendeu o Brasil foi no Aberto do México, na capital do país, em novembro de 2016, logo após a Olimpíada do Rio de Janeiro. Ele foi o quarto colocado, atrás do japonês Kazuma Kaya, do espanhol Nestor Abad e do colombiano Didier Lugo, hoje companheiro de treino em Miami, onde reside e se condiciona fisicamente comandado pelo técnico Yin Alvarez, campeão olímpico.

Ele tem no currículo, dentre outras conquistas, uma medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2011, em Guadalajara, no México, além de 10 títulos brasileiros individual geral, entre 2002 e 2012, uma medalha de barra fixa no Campeonato Brasileiro de 2016 e um segundo lugar na etapa da Copa do Mundo de 2014.

Globo Esporte