segunda-feira, 23 de julho de 2018

Tite e CBF iniciam semana decisiva mais próximos de acerto após 1ª conversa

 (Foto: John Sibley/Reuters)


O acerto entre Tite e a direção da CBF para que o técnico permaneça no comando da seleção brasileira ficou mais próximo depois de uma primeira conversa em que se tratou substancialmente de conceitos a serem aplicados na próxima etapa do trabalho. A formalização do acordo é esperada para a semana útil que se inicia nesta segunda-feira.

Na semana passada, Tite, o coordenador Edu Gaspar e o diretor executivo Rogério Caboclo, eleito para presidir a CBF a partir de abril do ano que vem, falaram sobre ideias que vão nortear o trabalho da comissão técnica ao longo dos próximos quatro anos e meio.

A Copa do Mundo de 2022, no Catar, excepcionalmente será disputada entre novembro e dezembro, por causa das altíssimas temperaturas do país no meio do ano.

A partir de agora, Gilmar Veloz, empresário do treinador, ganha importância no processo. É ele quem habitualmente trata da elaboração dos contratos de seu cliente. Detalhes para cá, outros para lá, mas as partes esperam que a negociação não se estenda mais.

Afinal de contas, em menos de um mês, Tite terá de convocar a Seleção para seu primeiro amistoso depois da eliminação nas quartas de final do Mundial da Rússia. No dia 7 de setembro, a equipe enfrentará os Estados Unidos, em Nova Jersey.

Caso não haja nenhum imprevisto na elaboração dos contratos, Tite começará nesta rodada de amistosos a preparar o grupo que vai disputar a Copa América, no Brasil, em 2019. Além das 10 seleções da Conmebol, as que disputam as eliminatórias sul-americanas, o torneio terá a participação de dois convidados: Japão e Catar.

Globo Esporte