domingo, 26 de agosto de 2018

Com gol nos minutos finais, Botafogo-SP vence nos pênaltis e garante acesso à série B do Brasileiro

 (Foto: Renato Lopes)

Por Nicholas Araujo
Ribeirão Preto, SP


Foi sofrido do começo ao fim. O Botafogo-SP precisava de dois gols de diferença para garantir a vaga para a semifinal da série C do Campeonato Brasileiro e eliminar o Botafogo-PB. De quebra, garantiria o acesso a série B de 2019. Com gol de Caio Dantas aos 47 do segundo tempo, o Pantera levou a decisão para os pênaltis, vencida por 4 a 3 pelos ribeirão-pretanos.

O Jogo

Como qualquer jogo de mata-mata, não faltou emoção para os dois lados. Com quase 24 mil torcedores no Estádio Santa Cruz, o Botafogo-SP ficou praticamente o primeiro tempo inteiro no ataque. O Belo se segurava na defesa e aproveitava os contra-ataques. O goleiro Tiago Cardoso precisou trabalhar e manter viva a luta do Pantera.

(Foto: Agência Botafogo)

Ainda no primeiro tempo, os jogadores do tricolor paulista reclamaram do anti-jogo dos paraibanos e cercaram o árbitro pedindo uma solução. A confusão logo foi desfeita e os atletas seguiram para os vestiário para o intervalo.

Na volta para o segundo tempo, mais pressão do time da casa. O goleiro Saulo precisa agir rápido em dois lances nos primeiros minutos, os dois de Pimentinha. As jogadas ofensivas anularam os contra-ataques do Belo, que se segurou como pode na defesa.

Um lance marcou os primeiros 15 minutos da etapa final. Pimentinha foi derrubado dentro da área por Lula, mas a arbitragem não marcou a penalidade. Sobrou reclamação pelo lado do Botafogo-SP. No minuto seguinte, Felipe Augusto acertou a cabeçada, mas mandou a bola por cima do gol.

Aos 24 minutos, expulsão no Botafogo-PB. Fábio Alves deu um carrinho por trás em Lucas Mendes e recebeu o segundo cartão amarelo. O jogo ganhou mais emoção e o Pantera atacava como podia. A expulsão deu início a cera dos paraibanos, que não foi punida pela arbitragem.

O jogo se encaminhava para o final e o Pantera não acertava o gol. O técnico Léo Condé modificou o time e colocou mais poder de fogo, mas a bola insistia em não entrar. Já nos acréscimos, após cobrança de escanteio, Salino fez passe para Caio Dantas, que acertou o ângulo e abriu o placar. O Santão explodiu em gritos de festa.

Trave e goleiro

O tento levou a partida para as penalidades. O Belo iniciou as cobranças com gol de Gedeílson. Em seguida, Tchô bateu no ângulo. Leandro Kivel colocou os visitantes na frente. Caio Dantas acertou a batida. Daniel bateu bem, no alto. Yuri fez boa cobrança, deslocando o goleiro.

(Foto: Agência Botafogo)

Em seguida, a emoção tomou conta. Juninho bateu a bola no travessão, entregando a vantagem para o Botafogo-SP. No entanto, Everton Santos teve o pênalti defendido. Na batida seguinte, o goleiro Tiago Cardoso brilhou para defender o pênalti de Marcos Aurélio. Na cobrança seguinte, Felipe Augusto teve a chance e não desperdiçou. Festa em Ribeirão e acesso do Gigante da Mogiana.

Agora, o Pantera aguarda o adversário das semifinais, que será decidido nesta segunda-feira (27). Cuiabá e Atlético Acreano se enfrentam no Acre. Os mato-grossenses tem a vantagem de 2 a 0.