quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Com Panela lotado, Bauru vence o Mogi e engata segunda vitória no Paulista

 (Foto: Victor Lira / Sendi Bauru Basket)


Festa dupla no ginásio Panela de Pressão lotado. Primeiro porque Bauru completou, nesta quarta-feira, 122 anos de fundação. Depois porque o Dragão venceu o Mogi das Cruzes de forma dominante, por 81 a 57, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Paulista. Lucas Mariano foi o cestinha da partida com 20 pontos e nove rebotes. Pelos visitantes, destaque para o argentino Cafferata, que terminou o jogo com 16 tentos.

A vitória é a segunda seguida do Dragão neste início de estadual, deixando o time da Cidade Sem Limites na liderança geral do Paulistão, com 100% de aproveitamento. Já Mogi das Cruzes perde a segunda, já que na estreia, foi derrotado pela Liga Sorocabana.

Sem muito tempo para o descanso, as equipes voltama jogar neste sábado, às 19h. Bauru joga mais uma em casa, diante da Liga Sorocabana. O jogo acontece no Panela de Pressão. Já Mogi estreia diante da torcida em jogo contra o América, no Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes.

O jogo

JP Batista inaugurou o placar no Panela de Pressão. Logo em seguida, Cafferata dobrou para 4 a 0, dando a impressão de que a história de Mogi seria diferente do apresentado no primeiro jogo. Mas logo o time da casa "esquentou" na noite gelada do interior paulista e passou a dominar as ações. Jefferson e Larry entraram bem no confronto, ajudando o time da casa a fazer 17 a 12 na primeira parcial.

Na sequência, Lucas Mariano passou a dar as cartas no jogo. Foram 10 pontos anotados pelo pivô que ajudaram o Bauru a aumentar sua vantagem na segunda parcial, enquanto Cafferata tentava buscar jogo e manter a equipe do Alto Tietê na parada. Só que no estouro do relógio, o Dragão aumentou sua vantagem e foi ao intervalo ganhando por 36 a 24.

A partida foi decidida mesmo no terceiro período, quando Mogi foi dominado. Com agilidade no ataque, o Bauru foi minando Mogi e disparou na frente, ampliando até com certa facilidade o placar. A equipe de Guerrinha não trabalhou bem na defesa, e acabou vendo o placar fica em 65 a 39 para a equipe da casa ao fim do período.

Filipin marcou dois pontos para Mogi no início do último período, mas a diferença no placar era grande demais para uma reação. Tanto que Bauru rodou bastante o elenco nos últimos 10 minutos de jogo, a diferença chegou a subir para a casa dos 30 pontos, e o placar acabou em 81 a 57.

Globo Esporte