sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Del Potro supera Nadal em revanche e volta à decisão do US Open após 9 anos

(Foto: Reuters)


Juan Martín Del Potro está de volta a uma final de Grand Slam. Nove anos depois de ter levado o título do US Open, a "Torre de Tandil" voltou a aprontar, derrotando o atual campeão Rafael Nadal em jogo que marcou a revanche da semifinal de 2017, disputada pelos dois e vencida na ocasião pelo espanhol. Por 2 sets a 0, parciais de 7/6 (3) e 6/2, em 1h59, o argentino contou com a desistência do rival após o fim do segundo set, sentindo dores no joelho, para avançar à sua segunda decisão em Nova York.

- Não é o melhor jeito de ganhar um jogo. Eu amo jogar contra o Rafa (Nadal) porque ele é o maior lutador desse esporte. Não gosto de vê-lo sofrendo em quadra, fico triste por ele. A chave do jogo foi o primeiro set, jogamos bem. Passei a jogar muito melhor, estou muito feliz de estar na final de novo (...) Significa muito, não esperava estar em uma final de Grand Slam depois de tudo. Minhas maiores memórias do esporte são nesse esporte jogando nesta quadra, ganhando do Rafa e do Roger (Federer), mas eu era uma criança. Eu tentarei aproveitar por mais um dia - disse Del Potro.

O adversário de Del Potro na grande final, que acontece no domingo, sairá do confronto entre Novak Djokovic (6º do ranking) e Kei Nishikori (19º), a ser disputado ainda nesta sexta. Atual número 3 do mundo, em sua melhor posição na carreira, o argentino ainda pode se aproximar bem de Roger Federer (2º) em caso de título do US Open.

Para Rafael Nadal, a derrota significa a perda de 1.200 pontos no ranking da ATP, uma vez que tinha sido campeão do US Open na última temporada. Com 8.760 pontos, no entanto, ele não corre risco de sair do posto de número 1 do mundo.

O jogo

O confronto começou com muitos erros dos dois tenistas. Del Potro abriu com quebra, logo devolvida por Nadal para empatar em 1/1. A partida seguiu equilibrada a partir de então e começou a subir em nível técnico. No entanto, no meio do set, o espanhol passou a sentir dores no joelho direito e recebeu atendimento médico. Del Potro aproveitou o momento de instabilidade do rival para quebrar o serviço e fazer 5/4. Mas, novamente, a força de Nadal apareceu e, mesmo sem estar no melhor estado físico, o "Touro Miúra" devolveu o break e levou para o tie-break.

Juan Martin Del Potro vibra após vencer Nadal no primeiro set (Foto: Geoff Burke / Reuters) Juan Martin Del Potro vibra após vencer Nadal no primeiro set (Foto: Geoff Burke / Reuters)
Juan Martin Del Potro vibra após vencer Nadal no primeiro set (Foto: Geoff Burke / Reuters)

Del Potro abriu o desempate já com um mini break e, sacanado firme, foi sustentando a vantagem, conseguindo sempre incomodar os serviços de Nadal. O espanhol chega a devolver um dos mini breaks, mas o argentino conseguiu mais dois e fechou a parcial em 7-3, sem maiores problemas.

A diferença física já era evidente no segundo set, com Nadal novamente mostrando desgaste e recebendo atendimento médico. Mas, Del Potro não tinha nada a ver com isso. Apesar do espírito de luta do espanhol, o argentino conseguiu duas quebras, no quarto e oitavo games, para vencer com facilidade em 6/2. Logo após o fim do set, Nadal conversou com o médico e anunciou a desistência para o árbitro, garantindo a vitória de Del Potro.

Globo Esporte