quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Procurador do STJD pede atenção especial à denúncia contra Sassá para agilidade do processo

 (Foto: Fernando Calzzani / Photopress / Estadão Conteúdo)


A denúncia ainda não foi feita, mas o procurador-geral do STJD, Felipe Bevilacqua, pediu atenção especial à semifinal entre Cruzeiro e Palmeiras. O principal alvo do Tribunal é o atacante Sassá, do Cruzeiro, que agrediu Mayke, do Palmeiras, com um soco no rosto.

Segundo apurou o Globoesporte.com, a ordem no Tribunal é para que o processo seja ágil, pois a possível pena aos envolvidos deve surtir efeito na competição nacional de mata-mata. As finais da Copa do Brasil entre Cruzeiro e Corinthians estão marcadas para os dias 10 e 17 de outubro, respectivamente.

Até 12 jogos de suspensão

Sassá pode ser enquadrado no artigo 254-A, que prevê suspensão em número de jogos por conta de agressão. A pena pode ir de 4 a 12 partidas. Se condenado, ele tem que cumprir a pena em toda a competição em vigor, ou seja, nos dois jogos da decisão, e completar o número em outro torneio nacional que disputar, no caso o Brasileiro. A situação não é externada para a Libertadores.

Os demais envolvidos na denúncia que será encaminhada terão a situação verificada por meio da súmula e vídeos. Mayke e Diogo Barbosa também levaram cartão vermelho. As expulsões foram detalhadas pelo árbitro na súmula da partida.

Globo Esporte