John Tavares marca três vezes e ajuda Leafs vencer Blackhawks




Neste domingo (7), o Toronto Maple Leafs visitou o Chicago Blackhawks e venceu a partida por 7 a 6 apenas na prorrogação. Destaque do jogo, John Tavares marcou três vezes, contribuindo para que o seu Leafs dormisse na liderança da divisão do Atlântico. Nesta mesma noite, a organização de Chicago homenageou dois grandes ídolos do passado em uma cerimônia que antecedeu a partida: o hall of famer Stan Mikita e AB McDonald.

Com a chegada de John Tavares a Toronto havia uma preocupação entre os fãs com relação à qualidade defensiva. Os críticos falavam em reforço para a posição errada. Mas, todos concordavam que a qualidade ofensiva – que já era fantástica apenas com os prospectos -, teria um upgrade e seria difícil bater esta equipe. Eles estavam certos! A equipe é a segunda melhor colocada no quesito gols marcados com 13 e a terceira no quesito gols sofridos com os mesmos 13, perdendo apenas para o próprio time de Chicago que tem 15 gols pró e 14 contra até o momento.

Cheia de gols, a partida foi diversão garantida para quem gosta de ver jogo de hóquei no gelo. O renovado time de Chicago largou na frente com o artilheiro e capitão da equipe Jonathan Towes, e ampliou com o jovem Alex DeBrincat. Os visitantes buscaram o empate rapidamente com uma troca de favores entre Kasperi Kapanen e Austin Matthews. Em menos de 30 segundos a vantagem dos Blackhawks evaporara.

No segundo período começou o show particular de John Tavares. Primeiro ele colocou os Leafs em vantagem logo aos 3:56. John Hayden dos Blackhawks empatou na sequência, mas Tavares marcou outro em power play, levando o time em vantagem no placar para a última intermissão.

Já no terceiro período o jogo ficou muito mais franco e se tornou um tiroteio. Brandon Manning, ex-Philadelphia Flyers, marcou seu primeiro gol com a camisa dos Hawks depois de uma bomba de longe aproveitando a janela entre o goleiro Garret Sparks e a trave.

Mas John Tavares estava disposto a vencer um duelo antigo com Cam Ward – Tavares atuava pelo New York Islanders e Ward pelo Carolina Hurricanes, ambos da Divisão Metropolitana. Aproveitando que o disco ficou livre, ele apenas ajeitou o corpo e mandou um tiro colocado, 5 a 4 Leafs.

Mais tarde, quando o cronômetro indicava menos de 2 minutos para o encerramento da partida, Patrick Kane marcou para os Hawks, explodindo o United Center. Porém, Matthews ficou com o disco na slot sem marcação e colocou os Leafs em posição para vencer a partida exatamente 22 segundos após o gol de Kane. Na comemoração, Matthews fez um gesto como se não estivesse ouvindo o torcedor rival. Só que Patrick Kane tratou de aproveitar os segundos restantes para empatar outra vez. Ele não hesitou em devolver a provocação a Matthews e comemorou imitando o gesto do adversário.

O jogo então foi decidido logo no início da prorrogação. O defensor Morgan Rielly partiu para o ataque, cortou o marcador e disparou contra Ward de canhota. O disco passou debaixo do goleiro e morreu no fundo do gol junto com as esperanças dos fãs dos Blackhawks.

O Toronto Maple Leafs (2-1-0) viaja para Dallas onde vai enfrentar na próxima terça-feira (9) o invicto Stars, enquanto o Chicago Blackhawks (2-0-1) jogará contra o Minnesota Wild fora de casa apenas na quinta-feira (11).



The Playoffs