STJD arquiva denúncia contra o São Bento na Série B; Paysandu promete recorrer

(Foto: Emilio Botta)


O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) comunicou, na manhã desta quarta-feira, o arquivamento da Notícia de Infração do Paysandu contra o São Bento por uma suposta escalação irregular do atacante Gabriel Vasconcelos na Série B do Brasileiro.

O Paysandu entrou com a representação no dia 25 de outubro, alegando que o São Bento extrapolou o número de contratações permitidas de jogadores que já estavam atuando na própria Série B, o que iria de encontro com o Art. 8º do Regulamento Específico da Competição (REC) da Segundona: “Uma vez iniciado o Campeonato, cada clube poderá receber até 5 (cinco) atletas transferidos de outros clubes da Série B (...)”.

A denúncia afirmava que Gabriel Vasconcelos foi o excedente, ou seja, a sexta contratação proveniente de outro clube da Segundona. Na visão do time paraense, mesmo pertencendo ao Corinthians, Gabriel começou o torneio cedido à Ponte Preta. Ele acabou devolvido ao Timão após a 17ª rodada, não foi relacionado para nenhum jogo da equipe na Série A e foi emprestado ao São Bento, o que caracterizaria uma “transferência ponte”.

A Procuradoria do STJD pediu um retorno das alegações às Diretorias de Competições e de Registros e Transferências da CBF. Na resposta, ambas se posicionaram contrárias as alegações do Paysandu quanto à irregularidade na escalação do meia.

No entendimento da Procuradoria, existe uma confusão entre a atuação de Gabriel pela Ponte Preta e a transferência ao São Bento na Série B. O STJD explica que “(...) ocorreu uma transferência através de uma rescisão de cessão temporária do jogador e novo empréstimo entre dois clubes disputantes da mesma competição com o detentor de seus direitos pertencentes ao Corinthians, clube da Série A”. Assim, houve uma transferência de uma equipe da Série A para uma da Série B, não havendo relação com artigo 8º do REC.

De acordo com o advogado e vice-presidente de operações do Paysandu, Alexandre Pires, o clube irá recorrer da decisão, solicitando uma manifestação do Procurador-Geral do STJD, Felipe Bevilacqua.

Vale lembrar que o Sampaio Corrêa também protocolou uma denúncia no Superior Tribunal de Justiça Desportiva contra o São Bento. A petição foi entregue na semana passada e tem a mesma linha de raciocínio do Papão.

Globo Esporte