Campeão da Série B, Rogério Ceni renova contrato com Fortaleza para 2019

(Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo)


Após a conquista do acesso à elite e do título de campeão da Série B, Rogério Ceni renovou com o Fortaleza para a temporada 2019. Durante as negociações com a diretoria do Tricolor, as exigências de Ceni foram voltadas à questões estruturais do clube, melhorias e investimentos que tornassem o Leão mais competitivo para atuar em uma Série A. O martelo foi batido nesta sexta-feira (30). Segundo o presidente Marcelo Paz, o contrato é de um ano.

Antes de assumir o comando do Leão, o ex-goleiro passou pelo São Paulo, sua estreia como treinador. Foram sete meses no comando do time paulista. Neste período, acumulou resultados negativos como as eliminações do Estadual, Copa do Brasil e Sul-Americana. Além disso, o São Paulo somava apenas 11 pontos e ocupava a 17º lugar, quando Ceni deixou o grupo.

Se o retrospecto na função pesava contra, no Fortaleza Rogério Ceni começou com o pé direito. O comandante foi anunciado para assumir o time na campanha do acesso à Série A em 10 de novembro de 2017. Logo que apresentado, o técnico do Leão pediu reformas no Pici. Novas instalações foram feitas no Hotel Otoni Diniz, no clube, assim como a drenagem do campo do estádio Alcides Santos e obras no espaço ecumênico, melhorias na sede administrativa, na academia e colocação do letreiro no Alcides Santos. Ceni conseguiu com patrocínios próprios a construção do campo society.

No primeiro treino, em 26 de dezembro de 2017, já demonstrava que tipo de técnico seria: participativo e exigente. Apresentou um time vitorioso e só veio conhecer a primeira derrota na quinta rodada da primeira fase do Campeonato Cearense. Com a decepção da perca do título de campeão estadual para o Ceará, o técnico do Fortaleza foi bastante contestado pela torcida. A diretoria do Leão segurou o comandante no cargo e colheu os frutos da boa escolha.

No início da Série B do Campeonato Brasileiro, passou nove rodadas invicto. O Fortaleza fez o melhor início de um time nordestino na Série B na era de pontos corridos. E igualou campanhas de outros times em anos anteriores: Corinthians, em 2008, Guarani-SP, em 2009, Chapecoense, em 2013, Botafogo, em 2015, e Vasco, em 2016.

Com Ceni no comando, o Leão conquistou o acesso e chegou ao título da Série B na partida contra o Avaí, pela 36ª rodada do Brasileirão. O tricolor soltou o grito de campeão com uma campanha de 20 vitórias, oito derrotas e oito empates em 36 jogos. No final da temporada foram 21 vitórias e 71 pontos conquistados.

Globo Esporte