Representante da CBF e COL avalia como positiva Libertadores feminina em Manaus

(Foto: Tacio Melo/Sejel)


Após 20 jogos disputados, 65 gols feitos e uma média de público no patamar que a organização esperava, a Libertadores Feminina chega ao seu último dia de competição. Nos duelos deste domingo, o Iranduba enfrenta o Colo Colo em busca do terceiro lugar, e na final, Santos e Huila-COL disputam o título. Para o supervisor de competições da CBF e membro do Comitê Organizador Local (COL) , Romeu Castro, a competição em Manaus foi um sucesso.

- Nossa avaliação quanto ao evento em Manaus foi bem positivo. O nível técnico do futebol feminino está em plena evolução. Tivemos uma presença regular de público, que se deu, também, por conta dos jogos terem sido televisados para o público de casa, em pelo menos 13 dos 22 jogos do torneio - afirmou Romeu.

Assim como pela televisão, o torneio em Manaus foi transmitido para o mundo inteiro através das rede sociais e também pelo site da Conmebol. E o público, nessas plataformas, foi acima do esperado.

- Tivemos uma repercussão internacional que superou nossas expectativas, assim como uma ótima interação nas redes sociais com o Facebook e outros sistemas de aplicativos da Conmebol, que faziam exibição ao vivo das partidas. Por esses motivos, o retorno foi deveras interessante - completou.

Para encerrar o torneio em alta, duas equipes brasileiras entram em campo em busca do pódio. Às 16h30 (18h30 de Brasília), o Iranduba encara o Colo Colo pela disputa do terceiro lugar, enquanto o Santos disputa a final contra o Atlético Huila-COL, às 19h30 (21h30 de Brasília).

Globo Esporte