Cruzeiro notifica Flamengo por aliciamento e prepara ação na Fifa contra o clube carioca

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)


O Cruzeiro notificou o Flamengo na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e na Fifa por aliciamento ao meia uruguaio Arrascaeta. O clube agora prepara uma ação direta na Fifa contra o clube carioca. O clube confirmou a informação. A diretoria da Raposa entende que o Flamengo seduziu o meia uruguaio com uma oferta salarial mais vantajosa. Segundo informações do narrador Jaime Junior, da TV Globo, os cariocas acenaram com um salário de R$ 1,5 milhão para o jogador, que recebe cerca de R$ 550 mil em Minas.

A diretoria cruzeirense segue os trâmites para defender seus direitos, ou seja, primeiro faz uma notificação para, em seguida, entrar com uma ação contra o Flamengo.

No dia 3 de janeiro, Arrascaeta desembarcou em Belo Horizonte para se reapresentar ao Cruzeiro. O meia, acompanhado de seu empresário, o também uruguaio Daniel Fonseca, se reuniu com o vice de futebol Itair Machado para apresentar uma proposta do Flamengo, que não agradou. Sem acordo, os dois deixaram a Toca da Raposa, e, desde então, Arrascaeta não participou das atividades com o elenco. O clube anunciou que irá multar o atleta pelas faltas diárias.

Depois do litígio na última quinta-feira, o empresário que trabalha com Arrascaeta não mais manteve contato com a diretoria do Cruzeiro.

O Cruzeiro admitiu que aceita negociar Arrascaeta e estipulou preço para fechar uma negociação com o Flamengo, mas com a condição que ele retorne primeiramente aos treinos na Toca da Raposa.

A multa rescisória para tirar Arrascaeta do Cruzeiro é de 80 milhões de euros (R$ 330 milhões na cotação atual), segundo Itair Machado, em entrevista ao canal Fox Sports. No entanto, o dirigente afirma que libera o jogador, caso o clube mineiro receba 10 milhões de euros (R$ 43 milhões aproximadamente) líquidos pela negociação.

Globo Esporte