Ricciardo diz que conversou com Mercedes, mas falta de respostas propiciou ida para Renault

(Foto: Getty Images)


Daniel Ricciardo surpreendeu o mundo da Fórmula 1 ao anunciar que trocaria a RBR pela Renault ao final da temporada de 2018. Entretanto, o que pouco se sabia é que o australiano poderia ter saído da equipe austríaca para a Ferrari ou a Mercedes. Em entrevista ao site da "ESPN", ele revelou que chegou a conversar com os times, mas a demora nas respostas fez com que optasse em seguir para a escuderia francesa.

- Eu sabia que as conversas provavelmente demorariam um pouco de tempo e, de novo, tentando sentir um ao outro, mas chegou a junho/julho e talvez tivéssemos nos falado algumas vezes e não tivéssemos chegado a lugar algum. Então, se você me quer, diga, ou eu de outra forma vou seguir em frente. Eu acho que chega ao ponto com todos onde você quer uma resposta em preto ou branco, e é isso. Eu acho que os "jogos" podem desgastar um pouco - comentou.

Na próxima temporada, Ricciardo será companheiro de Nico Hulkenberg na Renault, e juntos tentarão dar um passo adiante com a equipe. Desde que retornou para a Fórmula 1 com time próprio em 2016, os franceses ainda não conseguiram sequer chegar ao pódio. Entretanto, a escuderia mostra franca evolução, sendo que na última temporada terminou na quarta posição, atrás apenas de Mercedes, Ferrari e RBR.

- Eu acho que por um lado eu tinha times que realmente me queriam, e depois do outro, havia times que estavam meio pé na porta, mas não realmente… a Mercedes e outros. Às vezes, era confuso, com certeza, e obviamente, você está tentando descobrir o que é real e o que não é, quem é genuíno e quem não é. Mais uma vez, isso foi empolgante, mas mantém a mente incomodada um pouquinho - concluiu.

Globo Esporte