quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Alfinetadas: Investidores ‘somem’ e deixam clubes com futuro incerto

(Foto: Reprodução)

Por Nicholas Araujo
Redação Blog do Esporte


Uma reportagem publicada esta semana pelo jornal Folha de S.Paulo mostrou que investidores chineses estão retirando suas empresas e financiamentos de maioria dos clubes europeus. São casos como o Aston Villa e Northampton, da Inglaterra, e o Sochaux, da França.

De acordo com a reportagem, o governo chinês engrossou as regras de retirada do dinheiro para o exterior, o que dificultou a continuidade dos investimentos em muitos clubes hoje denominados como clube-empresa. 

Se por um lado os investidores estão tirando o seu da reta, o lado dos times fica sem explicação. Muitos tinham total controle dos clubes, como é o caso do Milan, por exemplo, mas a tendência é que todos os empresários chineses diminuam drasticamente o teto financeiro. Com isso, o futuro desses times se mostra incerto.

O caso mais notório é o do Aston Villa. Mesmo com a injeção financeira, o elenco não foi suficiente para manter a equipe na Premier League. Atualmente, a equipe amarga o segundo ano consecutivo na segunda divisão inglesa e sem previsão de retorno a elite.

Por essas e outras que o futebol precisa ser bem pensado. Em um instante que está tudo bem, no outro muda completamente. E assim caminha o futebol.