sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Irmão gêmeo de Romero é oferecido ao Corinthians, que vê negócio como difícil

(Foto: REUTERS/Lisi Niesner)


Autor de seis gols nos últimos três jogos do Corinthians, Ángel Romero pode realizar um sonho antigo: ter o irmão gêmeo ao seu lado com a camisa do Timão. O meia paraguaio Óscar Romero foi oferecido ao Corinthians e tem a contratação analisada pelo clube.

Embora goste do jogador, a diretoria alvinegra considera ser muito difícil fechar o negócio, mesmo que por empréstimo.

Óscar está com 26 anos, deseja sair do Shanghai Shenhua, da China, e também sonha em atuar ao lado do irmão no Brasil.

No entanto, o alto salário dele é um grande entrave. O meia recebe cerca de 500 mil dólares por mês, o que representa quase R$ 1,9 milhão na cotação atual. Ele está disposto a ganhar menos para deixar o futebol asiático, mas mesmo que corte seus vencimentos pela metade, ainda estará acima do teto salarial do Timão.

Há ainda outros fatores que dificultam a união dos irmãos Romero:

A janela do Brasil para contratações do exterior fecha no próximo dia 15;

As incrições na Copa do Brasil estão encerradas. Para as oitavas da Libertadores, a lista precisa ser enviada até domingo (se avançar às quartas, é possível fazer mais duas trocas);

A diretoria corintiana entende que o clube está bem servido de meias depois da contratação do chileno Ángelo Araos.

O irmão do atacante corintiano foi contratado pelo Shanghai Shenhua em 2017 por aproximadamente R$ 31 milhões. Na sequência, ele foi emprestado ao Alavés, da Espanha, mas voltou à China neste ano.

Óscar é um desejo antigo do Corinthians. O clube esteve próximo da contratação dele em 2014, logo após a chegada de Ángel, quando ele ainda atuava no Cerro Porteño, do Paraguai. Depois, o meia foi para o Racing, da Argentina, e o interesse prosseguiu, mas nunca houve acerto.

No começo deste ano, Ángel Romero revelou que o Corinthians tentou novamente a contratação do seu irmão, mas que esbarrou nas condições financeiras.

Quem tenta levar Óscar ao Timão é o empresário Régis Marques, o mesmo que intermediou a chegada de Ángel ao clube.

Enquanto analisa a viabilidade da contratação de um Romero, a diretoria corintiana discute a renovação do vínculo do outro. O atacante, artilheiro da equipe na temporada, com 12 gols, tem contrato até o meio de 2019.

– O Romero é um grande jogador, a cara do Corinthians. Não só por esse momento, mas por tudo o que ele fez pelo clube, a gente tem interesse em renovar. Existe, sim, sempre existiu uma conversa. Ele tem mais um ano de contrato, não é nada que tenha que ser feito correndo, mas nos interessa que ele fique mais tempo com a gente – afirmou o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves.

Globo Esporte