De Bruyne volta a se lesionar e vai ficar de cinco a seis semanas fora de campo

(Foto: Andrew Yates/Reuters)


Menos de duas semanas após ter seu retorno anunciado, depois de dois meses de recuperação do rompimento do ligamento do joelho direito, Kevin de Bruyne volta a preocupar o técnico Pep Guardiola. O belga deixou o campo mais cedo na vitória dos Citizens sobre o Fulham por 2 a 0, na última quinta, pela Copa da Liga Inglesa, por conta de uma nova lesão. O clube confirmou o problema no ligamento do joelho esquerdo. O meia vai ficar de cinco a seis semanas longe dos gramados .

Em um comunicado, o Manchester City afirmou que o problema foi detectado após exames realizados nesta sexta. O belga não vai precisar passar por cirurgia.

Exames médicos revelaram que a lesão é séria o suficiente para tirar o meia das próximas seis partidas do City, incluindo o clássico com o Manchester United, no dia 11. Se o período longe dos gramados chegar a até seis semanas, o belga vai se ausentar de outros quatro jogos.

O duelo com o Fulham foi apenas a segunda oportunidade em que De Bruyne começou jogando na temporada. O jogador sofreu uma lesão no ligamento colateral do joelho direito, logo na estreia do City na Premier League, diante do Arsenal, em agosto. O retorno do jogador estava previsto apenas para novembro, mas o belga teve sua volta antecipada.

De Bruyne já fica fora da partida contra o Southampton, no domingo, às 13h (de Brasília), em casa. O Manchester City é o líder do Campeonato Inglês, com 26 pontos - os mesmos do vice-líder, Liverpool, mas com melhor saldo de gols.

Globo Esporte