domingo, 26 de fevereiro de 2017

Com 13 gols sofridos em 6 jogos, Ceni prevê muita conversa e posicionamento



No início da caminhada como técnico, o ex-goleiro Rogério Ceni tem um desafio no São Paulo: melhorar a defesa. No último sábado, a equipe tricolor estava vencendo por 2 a 0 o Grêmio Novorizontino, mas acabou sofrendo o empate.


No Campeonato Paulista, a agremiação comandada por Rogério Ceni tem 13 gols sofridos em seis jogos disputados. Tal número torna a defesa são-paulina de nomes como Lugano, Rodrigo Caio e Maicon a segunda pior do Estadual, ficando apenas atrás do Linense, que tomou 15 gols.

O grande paradoxo é que, por outro lado, o ataque do São Paulo é disparado o melhor do Paulistão, com 17 gols marcados. A segunda melhor linha de frente, por exemplo, é do time do Mirassol, que fez 13 tentos até o momento na competição.

No último confronto em Novo Horizonte, o time mostrou claramente a força no ataque ao abrir 2 a 0, mas logo em seguida a deficiência na defesa apareceu com o empate. Para tentar equilibrar essa balança, os jogadores da linha de frente tentam auxiliar.

"Eu ajudo mais a marcar. A gente não estava conseguindo voltar rápido nos ataques deles. A gente poderia ter ajudado um pouco mais na frente e, consequentemente, ter ajudado a defesa", disse Gilberto, que marcou o primeiro gol são-paulino.

Rogério Ceni, que orientou a defesa são-paulina de perto por 25 anos enquanto atuou como goleiro, tem o desafio, agora como técnico, de melhorar sua 'especialidade'.

"Não conseguimos ter a postura que precisávamos para fazer o outro gol. E não tivemos a postura ideal para segurar a vitória. Faltou um pouco de compreensão do jogo. Temos que conversar, focar na quarta-feira. Colocar tudo isso na cabeça do jogador. Saber conduzir bem o jogo no placar de 2 a 0. Temos que entender que conseguimos abrir 2 a 0, mas depois não nos posicionamos bem", disse o comandante são-paulino.

Na quarta (1) o Tricolor Paulista enfrenta o PSTC pela segunda fase da Copa do Brasil. O confronto será às 19h30 (de Brasília), no Paraná.

Já na próxima rodada do Paulistão, a equipe comandada por Rogério Ceni recebe o Santo André no domingo (5), às 16 horas, no estádio do Morumbi.

UOL Esporte