terça-feira, 23 de maio de 2017

Palma Travassos não é leiloado e Comercial busca alternativas para quitar dívida

(Foto: Reprodução)

Por Nicholas Araujo
Ribeirão Preto, SP


O Estádio Palma Travassos não foi arrematado em leilão ocorrido nessa segunda-feira (22). Sem interessados, o estádio continua como propriedade do Comercial-SP, que busca alternativas para quitar a dívida com a Caixa Econômica Federal, que gira em torno de R$ 3 milhões.

Este foi o terceiro leilão do estádio. Nas outras duas oportunidades, também não houve interessados em arrematar a Joia, que está avaliada, segundo atualizações do clube, em R$ 39 milhões.

“Em função da nossa negociação, informada no processo, desestimulou qualquer eventual interessado. Ou seja, o patrimônio continua conosco e continuaremos a negociar”, disse David Isaac, presidente do Conselho Deliberativo do clube e que cuida do caso no âmbito jurídico.

Para evitar um novo leilão, a diretoria espera quitar as dívidas com outras fontes de receita do clube, como a venda de um terreno pertencente ao alvinegro.

Presidente executivo deixa cargo com queda e pouco trabalho

A provável saída do presidente Brenno Spinelli, que deve ocorrer antes do previsto, com a antecipação das eleições do clube, acontece após queda para a quarta divisão do Campeonato Paulista, que foi sacramentada na última rodada da série A3, após empate fora de casa contra o Flamengo de Guarulhos, que já estava rebaixado há pelos menos duas partidas.

Visto como solução após um imbróglio do clube com o ex-mandatário Nelson Lacerda, Spinelli reclamou por diversas vezes sobre as informações vazadas de dentro do clube, como foi dito aqui no Blog. O Comercial não terá agenda para o clube profissional em 2017, retornando apenas em 2018 na quarta divisão estadual.