sábado, 29 de outubro de 2016

Em GP que pode ser decisivo, Hamilton sai na pole no México. Massa é 9º

(Foto: Mark Thompson/Getty Images)


Após uma disputa equilibrada entre Mercedes, Red Bull e Ferrari, Lewis Hamilton colocou ordem na casa e ficou com a pole position do GP do México. O inglês vai largar ao lado do rival pelo título Nico Rosberg, que não foi bem por toda a classificação, mas conseguiu minimizar o prejuízo com uma boa volta já com o cronômetro zerado. Max Verstappen e Daniel Ricciardo fecharam a segunda fila pela Red Bull.

"Demorou mais tempo que o normal para eu me encontrar com o carro, mas no final deu certo. A segunda colocação não é ruim e me coloca em uma boa posição para o GP. Como vimos várias vezes nesta temporada, a pole position não é tudo", afirmou Rosberg.

Hamilton, por sua vez, quer repetir a vitória tranquila do último final de semana, nos Estados Unidos, quando descontou sete dos 33 pontos de desvantagem que tinha no campeonato. "Não há nenhuma tática. Vou tentar fazer o mesmo que semana passada. Estou animado porque o carro parece ótimo."

Felipe Massa colocou a Williams na nona posição do grid, logo atrás de Valtteri Bottas. Na luta que o time trava com a Force India, a má notícia foi a quinta colocação de Nico Hulkenberg. Por outro lado, Sergio Perez sequer entrou no top 10. Felipe Nasr, por sua vez, foi eliminado ainda na primeira arte do treino e vai largar em 19º, enquanto seu companheiro Marcus Ericsson sai da 15ª colocação.

Q1
Depois de liderar apenas um dos três treinos livres, a Mercedes voltou à ponta com Lewis Hamilton na primeira parte da classificação, mas viu os rivais bastante perto: o segundo Kimi Raikkonen ficou a pouco mais de um décimo do inglês.

Na briga para ver quem continuaria no treino, a surpresa foi Pascal Werhlein, que passou para o Q2. Outro que fez um bom trabalho foi Marcus Ericsson, seis décimos mais rápido que Felipe Nasr e 13º na primeira parte da sessão.

Nasr, inclusive, foi um dos eliminados e vai largar na 19ª colocação. Depois de cometer um erro em sua última tentativa e diante de sua torcida, o mexicano Esteban Gutierrez também ficou de fora, ao lado de Daniil Kvyat, que teve problemas de motor, Ocon e Grosjean. Jolyon Palmer, por sua vez, sequer treinou por uma fissura no monocoque ocorrida nos treinos livres.

Q2
A tentativa dos pilotos da Mercedes, Ferrari, Force India e Williams na segunda parte do treino, que decide não apenas quem segue para o top 10, como também com qual pneu os 10 pilotos mais bem classificados vão largar, foi tentar passar para o Q3 com o composto macio, abrindo a possibilidade para fazer apenas um pit stop na corrida.

Kimi Raikkonen, porém, foi o primeiro a desistir da tática e colocar os supermacios, mais aderentes. A Williams logo fez o mesmo, provocando o retorno da rival pela quarta posição entre os construtores, Force India. A segunda tentativa do dono da casa, Sergio Perez, contudo, não foi das melhores: o mexicano errou no primeiro setor e foi eliminado, junto de Fernando Alonso, Jenson Button, Kevin Magnussen, Marcus Ericsson e Wehrlein. 

Q3
Nico Rosberg parecia não estar se encontrando com o carro até os momentos finais da última parte da classificação. Após as primeiras tentativas, o alemão era mais lento que as duas Red Bull, mas conseguiu se recuperar. Hamilton, por sua vez, não teve muito trabalho para usar o modo de classificação do motor Mercedes no Q3 e acabar com a ameça das Red Bull, que tiveram de se contentar com a segunda fila.

Quem decepcionou na parte final foi a Ferrari, que vai largar na sétima colocação com Raikkonen e na oitava com Vettel. À frente da dupla ferrarista, Nico Hulkenberg fez um grande trabalho para colocar a Force India em quinto. Bottas, Massa e Carlos Sainz fecharam o top 10.

A largada para o GP do México será às 17h pelo horário de Brasília. A antepenúltima etapa do campeonato pode decidir o título a favor de Nico Rosberg caso o alemão vença e Lewis Hamilton não chegue adiante da décima colocação.

Confira os tempos da classificação do GP do México
1. Lewis Hamilton ING Mercedes-Mercedes 1m 18.704s
2. Nico Rosberg ALE Mercedes-Mercedes 1m 18.958s
3. Max Verstappen HOL Red Bull-TAG 1m 19.054s
4. Daniel Ricciardo AUS Red Bull-TAG 1m 19.133s
5. Nico Hulkenberg ALE Force India-Mercedes 1m 19.330s
6. Kimi Raikkonen FIN Ferrari-Ferrari 1m 19.376s
7. Sebastian Vettel ALE Ferrari-Ferrari 1m 19.381s
8. Valtteri Bottas FIN Williams-Mercedes 1m 19.551s
9. Felipe Massa BRA Williams-Mercedes 1m 20.151s
10. Carlos Sainz Jr ESP Toro Rosso-Ferrari 1m 20.382s

11. Fernando Alonso ESP McLaren-Honda 1m 20.282s
12. Sergio Perez MEX Force India-Mercedes 1m 20.287s
13. Jenson Button ING McLaren-Honda 1m 20.673s
14. Kevin Magnussen DIN Renault-Renault 1m 21.131s
15. Marcus Ericsson SUE Sauber-Ferrari 1m 21.536s
16. Pascal Wehrlein ALE Manor-Mercedes 1m 21.785s

17. Esteban Gutierrez MEX Haas-Ferrari 1m 21.401s
18. Daniil Kvyat RUS Toro Rosso-Ferrari 1m 21.454s
19. Felipe Nasr BRA Sauber-Ferrari 1m 21.692s
20. Esteban Ocon FRA Manor-Mercedes 1m 21.881s
21. Romain Grosjean FRA Haas-Ferrari 1m 21.916s
22. Jolyon Palmer ING Renault-Renault No Time 

UOL Esporte