domingo, 16 de outubro de 2016

Filha de Tyson Gay é baleada e morre em tiroteio nos EUA

(Foto: Reprodução/Facebook)


A filha do velocista americano Tyson Gay, Trinity Gay, morreu neste domingo após ser atingida no pescoço em um tiroteio em Lexington, no Kentucky, nos Estados Unidos.

Segundo relatos da mídia americana, a jovem de 15 anos estava em frente a um restaurante quando houve uma troca de tiros no local envolvendo passageiros de dois carros. Ainda não há informações sobre o o que teria motivado o tiroteio, mas Trinity não estava envolvida na briga.  

A polícia local emitiu um comunicado sobre o caso confirmando o ocorrido. "Uma jovem que foi atingida no local foi transportada para um hospital em um veículo particular e depois transferida para o Hospital da Universidade de Kentucky, onde morreu. A vítima foi identificada como a jovem de 15 anos Trinity Gay, de Lexington".

Em entrevista à estação de TV local Lex 18, Tyson Gay se disse chocado. "Estou tão confuso. Ela esteve aqui na semana passada. Isso é tão louco. Eu não tenho ideia do que aconteceu", disse.

Trinity Gay começava a seguir os passos do pai no atletismo, tendo participado de competições de 100 m e 200 rasos, provas em que o pai é especialista.

Tyson Gay participou das últimas três Olimpíadas e conquistou a prata no 4x100 m livre de Londres-2012. Porém, teve a medalha retirada após ser pego no exame antidoping por uso de oxilofrina em 2013.

UOL Esporte