terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Emily Lima é apresentada no Santos: ''Aqui é referência''

(Foto: Arthur Faria)


Emily Lima foi apresentada como novo técnica do time feminino do Santos nesta terça-feira, na Vila Belmiro. A ex-treinadora da seleção brasileira afirmou que o Peixe é uma referência no futebol feminino para outras equipes brasileiras.

– Eu tive uma passagem no início do futebol feminino mais estruturado. Mudou muita coisa. Hoje, o Santos dá a melhor estrutura para o futebol feminino. Em outros clubes, tentava chegar no patamar do Santos, pois aqui é uma referência. As atletas são registradas. Espero que isso aconteça naturalmente em outras equipes, pois a Fifa e a CBF exigem isso. Dá para fortalecer ainda mais o Santos – disse.

Emily substitui Caio Couto, técnico campeão brasileiro e vice-campeão paulista do ano passado. Ela garantiu que vai impor sua nova filosofia, junto com alguns pontos positivos deixados pelo seu antecessor.

– Nós não podemos esquecer tudo o que foi feito. Temos que agregar tudo o que estava sendo feito. Fizemos um plano estratégico para um ano, visando três importantes competições. Organização ao entendimento do jogo das atletas. Nós temos o levantamento de todas as atletas do Santos. Nós sabemos exatamente o que buscar em cada jogadora. O trabalho vem da busca do conhecimento. É importante ter um "feedback" delas nos treinos – comentou a primeira mulher a comandar a seleção brasileira de futebol feminino.

Para a nova temporada, a treinadora não contará com a centroavante Sole Jaimes, que se transferiu para o futebol chinês. Destaque em 2017 pelas Sereais, a argentina marcou 17 gols em 18 jogos no último brasileiro.

– A negociação da Sole foi muito rápida, mas demorou para acontecer no final de dezembro. Eu já sabia que ela tinha acertado com a China, por isso falei com a comissão para buscar uma peça de reposição. Mesmo assim, é muito complicado ter uma centroavante. No exterior, é caro, é surreal. Estamos em busca, mas acredito que dentro de algumas negociações que estamos fechando, dá para fechar o grupo e somar, para que possamos conseguir ter uma boa opção – disse a treinadora.

Emily também falou sobre o sonho de treinar um time masculino.

– Daqui uns 30 anos? Pelos bastidores, vejo muito distante. Não sei, talvez pensam que não sabemos sobre futebol. Estou me preparando para isso, espero que esteja à frente de um time masculino – disse ela.

As Sereias da Vila terão três competições neste ano: Campeonato Paulista, Campeonato Brasileiro e Libertadores. O primeiro desafio é a competição estadual, no dia 17 de março, ainda sem adversário, local e horário definido.

Globo Esporte