sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

NBA lança programa para tentar aliviar tensão entre árbitros e jogadores

(Foto: Reprodução)


Um dos problemas que vem chamando a atenção na atual temporada da NBA é o grande número de expulsões de jogadores e a crescente tensão entre árbitros e atletas nas partidas. Kevin Durant, LeBron James, Stephen Curry, Carmelo Anthony e outros astros da liga já tiveram situações com a arbitragem nos últimos meses, o que acendeu o alerta na liga americana de basquete. Com isso, foi lançado nesta sexta-feira um programa para tentar melhorar a relação entre as partes.

- Como liga, temos um grande orgulho de defendermos as melhores coisas relacionadas ao esporte: competitividade, trabalho em equipe, espírito esportivo, diversidade e inclusão. Recentemente, temos visto momentos que não estão de acordo com nossas bandeiras coletivas em relação ao espírito esportivo. É importante renovarmos a ênfase na comunicação adequada e no respeito, garantindo que estamos atingindo os padrões esperados por todos os membros da família NBA - disse em comunicado o presidente de operações da liga, Byron Spruell.

O programa é baseado em cinco iniciativas, que serão tocadas pela vice-presidente e chefe de operações de arbitragem, Michelle Johnson, e o ex-árbitro Monty McCutchen, chefe do departamento de treino e desenvolvimento de árbitros.

Confira abaixo a lista de iniciativas do programa:

- Johnson, McCutchen e uma equipe vão realizar encontros com os 30 times da NBA para discutir interpretação de regras, conduta em quadra e as expectativas em relação aos árbitros. Os encontros já começam agora, antes da pausa para o All-Star Game, marcado para 18 de fevereiro.


- A liga vai aumentar a ênfase nas regras relacionadas ao "respeito pelo jogo" com árbitros, técnicos e jogadores, para tentar diminuir as infrações e problemas durante partidas.

- O departamento de arbitragem da NBA vai expandir as iniciativas de educação para técnicos, jogadores e representantes de times, para tentar tornar mais claras as regras do jogo e a interpretação adequada.

- Johnson e McCutchen vão conduzir treinamentos específicos para árbitros lidarem com resolução de conflitos. Também serão monitoradas mais de perto as relações entre as equipes de arbitragem e técnicos e jogadores para verificar se os padrões e decoro da liga estão sendo cumpridos.

- A NBA também promoverá oportunidades os principais personagens relacionados ao tema possam entrar em acordo (não foi detalhado o formato dessa iniciativa).

Surpreendentemente, Kevin Durant lidera a NBA em número de expulsões na atual temporada, com quatro. Mas ele não é o único astro que já foi mandado mais cedo para o chuveiro. A lista conta ainda com nomes como LeBron James, Stephen Curry, Carmelo Anthony, James Harden e Russell Westbrook. Outros jogadores como Draymond Green e DeMarcus Cousins, com histórico de problema com a arbitragem, também aparecem.

Um dos casos mais emblemáticos ocorreu entre o armador Shaun Livingston, do Golden State Warriors, e o árbitro Courtney Kirkland, que chegaram a tocar as cabeças em um desentendimento durante partida em dezembro. O jogador, expulso de quadra, também sofreu uma suspensão e o árbitro foi afastado por uma semana após o incidente.

Recentemente, Draymond Green, em entrevista, chegou a dizer que a NBA precisava renovar todo o quadro de arbitragem. Segundo o ala dos Warriors, muitos juízes estavam levando situações de jogo para o lado pessoal e provocando perseguições.

Globo Esporte