segunda-feira, 26 de março de 2018

Löw indica Ter Stegen fora e exalta "novos tempos" do futebol: "A Alemanha evoluiu"

(Foto: Reuters)


Embora encare o amistoso contra a seleção brasileira como um teste importante antes da Copa do Mundo, a Alemanha entrará em campo no amistoso desta terça longe de ter força total. Após dar folga a Müller e Özil e liberar Emre Can por problemas físicos, o técnico Jöachim Löw indicou nesta segunda que fará uma mudança no gol de sua equipe, deixando Ter Stegen fora do confronto contra o Brasil, em Berlim, às 15h45 (de Brasília).

Löw disse que pretende dar chances a Trapp e Leno durante o jogo, confirmou a entrada de Plattenhardt, Sané e Gündogan e deixou no ar a possibilidade de Khedira não ir a campo.

- Ter Stegen vai descansar amanhã. Se nada aparecer no caminho, Leno e Trapp jogarão um tempo cada. Ilkay (Gündogan) e Sané vão começar como titulares, e Plattenhardt jogará no lugar de Hector. Sami (Khedira) é uma questão - disse o treinador.

Naturalmente, o treinador foi perguntado sobre as lembranças da vitória por 7 a 1, no último encontro entre Brasil e Alemanha, em 2014, afirmando que não pensa mais nisso - e garantindo que o time "seguiu em frente na manhã seguinte, focando na final". O comandante campeão do mundo exaltou os novos tempos no futebol, afirmando que a evolução permitiu à Alemanha fazer frente ao Brasil.

- Nós também evoluímos. Se tudo fosse como era, o Brasil sempre seria o vencedor da Copa do Mundo. Mas não é. A Alemanha evoluiu. Do contrário, não teriamos chance. Hoje defendemos a criatividade, alegria de jogo e temos uma clara filosofia - opinou.

Veja as informações de Brasil e Alemanha para o jogão:

Local: estádio Olímpico, em Berlim (ALE);
Data e horário: terça-feira, às 15h45 (de Brasília);

Escalação do Brasil: Alisson, Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Fernandinho, Paulinho, Willian e Coutinho; Gabriel Jesus;

Desfalques brasileiros: Neymar (fratura no quinto metatarso do pé direito), Filipe Luís (fratura na fíbula da perna esquerda) e Alex Sandro (lesão muscular na coxa direita);

Provável escalação da Alemanha: Leno (Trapp), Rüdiger, Boateng e Ginter; Kimmich, Gündogan, Khedira (Goretzka) e Plattenhardt; Stindl, Werner e Sané;

Desfalques alemães: Neuer (em recuperação de cirurgia no pé esquerdo), Müller e Özil (poupados) e Emre Can (dores nas costas);

Arbitragem: Jonas Eriksson (SUE), auxiliado por Mathias Klasenius e Daniel Wärnmark (ambos da Suécia);

Globo Esporte