quarta-feira, 28 de março de 2018

Vila Nova cai nos pênaltis e Aparecidense vai à final em Goiás

(Foto: Divulgação/VNFC)


O campeonato Goiano conheceu seu primeiro finalista na noite dessa terça-feira. O Aparecidense arrancou um empate por 2 a 2 com o Vila Nova, no Serra Dourada, e garantiu vaga na decisão com uma vitória por 4 a 2 nos pênaltis, já que o primeiro duelo terminou 0 a 0. Agora, o Aparecidense aguarda o confronto entre Goiás e Anapolina, marcado para essa quarta-feira. No duelo de ida, o Anapolina superou o Esmeraldino por 2 a 1 e, por isso, terá a vantagem do empate em mais um jogo no Serra Dourada.

Além de manter vivo sonho de brigar pelo título Estadual, o triunfo colocou o Aparecidense na próxima Copa do Brasil, objetivo alcançado pelo fato da equipe ter se garantido entre os três primeiros colocados. Já o Tigrão amarga a segunda eliminação seguida diante de seu torcedor, pois na última semana sofreu um doído revés frente ao Ferroviário-PE, pela mesma Copa do Brasil.

A primeira etapa foi marcada por muito equilíbrio e chance para os dois lados. Quem se deu melhor foram os visitantes, que aos 27 minutos abriram o placar. Washington cobrou falta na barreira e Alex Henrique aproveitou a sobra para estufar as redes.

No intervalo, o técnico Hemerson Maria resolveu colocar Vinícius Leite em campo. O atacante precisou de apenas três minutos para justificar a escolha do treinador. Depois de tabela com Mateus Anderson, o talismã teve calma na frente do goleiro para empatar a partida.

A virada veio aos 16. Thiago Carvalho pegou mal na bola ao tentar afastar o perigo da área do Aparecidense, e Maguinho não desperdiçou a chance de anotar seu gol.

Os minutos finais foram de pressão total do Aparecidense, que acabou premiado aos 43. Aleilson cruzou, Alex Henrique desviou de cabeça, Nonato mandou no miolo e Gilvan mandou para o fundo do gol, levando a definição da vaga para os pênaltis.

Na marca da cal, a motivação e o embalo do gol no final pesaram a favor do Aparecidense. Nonato, Gilvan, Mirita e Alex Henrique converteram as quatro cobranças dos visitantes. Pelo Vila, Keké e Gastón Filgueira marcaram, mas Reis e Geovane erraram o alvo.

Gazeta Esportiva