terça-feira, 24 de abril de 2018

Defesa sufocante e calouro ovacionado: Jazz atropela o Thunder e abre 3 a 1

(Foto: Getty Images)


Após ser derrotado no último sábado e ficar em desvantagem na série, o Oklahoma City Thunder entrou em quadra sabendo que um novo revés em Salt Lake City seria ameaçador para as pretensões da equipe nos playoffs. Russell Westbrook, que havia prometido anular Ricky Rubio depois de ver o rival anotar um triplo-duplo no jogo 3, fez questão de ser um carrapato em quadra nessa segunda-feira. E de fato, a rusga anunciada acabou sendo o grande chamariz e combustível da partida. O "tiro" de Westbrook, no entanto, saiu pela culatra. A gana na defesa foi tamanha, que o armador teve problemas com faltas, fazendo com que o Thunder precisasse se ajustar no jogo.

O Jazz soube explorar as falhas desses ajustes, se impôs para vencer a partida por 113 a 96, e abriu 3 a 1 na série. Donovan Mitchell, o calouro sensação, brilhou mais uma vez com 33 pontos, 7 rebotes e 4 assistências e foi ovacionado na arena, sem conseguir dar entrevista na quadra, tamanho o barulho que fazia a torcida ao celebrá-lo. Mitchell passou ninguém menos que Karl Malone como o calouro com mais pontos em uma partida de playoff pelo Jazz. O pivô Rudy Gobert e Ricky Rubio também se destacaram no triunfo. O próximo jogo da série acontece nessa quarta-feira, em Oklahoma, às 22h30.

O jogo

1º Quarto: Westbrook "faminto" e OKC na frente

Em uma série que promete ser marcada por equilíbrio até o fim, nada mais natural que a intensidade fosse a grande tônica na arena em Salt Lake City. Assim foi desde o primeiro minuto de partida. Pelo Jazz, o calouro Donovan Mitchell assumiu o seu costumeiro papel de protagonista. Já pelo lado do Thunder, Russell Westbrook entrou em quadra salivando por uma vitória. Sua aplicação na defesa e seu poder de decisão foram fundamentais, e juntamente com a boa atuação de Paul George e Steven Adams, foi o principal motivo pelo qual o Thunder foi para o segundo período vencendo por 30 a 24.

2º Quarto: Mais intensidade e mais defesa

A intensidade do quarto inicial se manteve presente, e com defesas mais ajustadas, o aproveitamento das equipes nos arremessos de quadra caiu significativamente. Paul George e Westbrook seguiram comandando o ataque do Thunder. Porém o armador foi para o intervalo com 4 faltas, obrigado o seu técnico a mudar a estratégia na marcação. Pelo Utah, Derrick Favors e Royce O'Neale se juntaram a Donovan Mitchell na produção ofensiva. Fora de sintonia, Joe Ingles, que em várias situações na temporada surgiu como fator surpresa para o Jazz, esteve mal em boa parte do primeiro tempo. O australiano errou os quatro primeiros arremessos para três pontos. Mas depois que matou a primeira bola de fora, esquentou e converteu outras duas em sequência, e o Jazz foi para o vestiário vencendo por 58 a 52.

3º Quarto: Ricky Rubio e Donovan Mitchell incendeiam a arena

Ricky Rubio, que estava sendo sufocado pela marcação de Westbrook no primeiro tempo, encontrou uma maneira de mostrar seu melhor basquete depois da volta do intervalo. O armador brilhou na distribuição de bola, e Donovan Mitchell se manteve decisivo para o Jazz ao longo da partida. Com a desorganização ofensiva do Thunder, o time da casa foi abrindo uma vantagem confortável para o último quarto. O péssimo aproveitamento dos arremessos de três foi outro fator que prejudicou a equipe de Oklahoma. Ao fim da parcial, o Jazz vencia por 90 a 73.

4º Quarto: Sengue fervendo e vitória do Jazz

No último quarto, já muito atrás no placar, o Oklahoma City Thunder seguiu com problemas no ataque. A vantangem na casa dos 20 pontos foi mantida até que após um enrosco entre Jae Crowder e Russell Westbrook, o armador recebeu uma falta técnica, e Crowder, por uma cotovelada em Adams, foi expulso. Nada que mudasse o rumo da partida. No fim, a torcida anfitriã comemorou com muito barulho a vitória por 113 a 96, e o Utah Jazz abre 3 a 1 na série.

(4º) Oklahoma City Thunder 1 x 2 Utah Jazz (8º)

Jogo 1 - 15/4 - Thunder 116 x 108 Jazz

Jogo 2 - 18/4 - Thunder 95 x 102 Jazz

Jogo 3 - 21/4 - Jazz 115 x 102 Thunder

Jogo 4 - 23/4 - Jazz 113 x 96 Thunder

Jogo 5 - 25/4 - Thunder x Jazz, às 22h30

Jogo 6 - 27/4 - Jazz x Thunder, a confirmar (se necessário)

Jogo 7 - 29/4 - Thunder x Jazz, a confirmar (se necessário)

Globo Esporte