domingo, 29 de abril de 2018

É campeão! Com hat-trick de Messi, Barça vence o La Corunã e comemora o título do Espanhol

(Foto: Reuters)


São 34 jogos, 26 vitórias, oito empates e nenhuma derrota. O desempenho do Barcelona no Campeonato Espanhol é incrível, o time está imbatível. Neste domingo, provou sua força, ganhou por 4 a 2 o La Coruña e conquistou pela 25ª vez a competição nacional. No último dia 21, havia conquistado também a Copa do Rei. Astro do time, Messi fez três gols, e Coutinho também deixou sua marca. Suárez, o garçom da noite, deu três assistências. Se um lado tem motivos de sobra para comemorar, o outro chora. Com a derrota em casa, o Deportivo comandado por Seedorf está rebaixado para a Série B espanhola.

Com a vitória fora de casa neste domingo, que garantiu o título espanhol de forma antecipada, o Barcelona soma 86 pontos no Campeonato Espanhol. A segunda colocação é do Atlético de Madrid, com 75 pontos. Na atual campanha, o time catalão quebrou o recorde de invencibilidade na competição: 41 jogos sem perder, contando as 34 rodadas da atual temporada, mais sete partidas da temporada passada. O La Coruña, com 28 pontos e na 18ª posição, não tem mais chances de escapar do rebaixamento. Disputará a Série B em 2018/19.

Com tranquilidade e qualidade, o Barcelona dominou as ações, teve mais posse de bola e jogou no campo do adversário. As chances foram aparecendo, o time ficando perto de abrir o placar. E o primeiro gol veio logo aos seis minutos, quando Dembélé tocou para Philippe Coutinho que bateu de primeira no ângulo. Um golaço! Aos 37, começou o show de Messi. Ele pegou de primeira um lindo passe de trivela de Suárez e estufou a rede. O Deportivo ainda diminuiu com Lucas Pérez, que aproveitou um cruzamento de Borja Valle.

O Barcelona parecia acomodado com o placar no início do segundo tempo, afinal um empate já era o suficiente para conquistar o título espanhol. Com isso, o Deportivo cresceu. Acreditou que era possível empatar a até buscar o improvável: a virada que deixaria o time ainda respirando por aparelhos na luta contra a degola. Empurrado pela torcida, empatou com Colak aos 20 minutos. Seguiu no abafa, mas deixou espaços para o time catalão: isso é fatal. Em uma tabela sensacional entre Messi e Suárez, o argentino apareceu livre para marcar e colocar sua equipe na frente mais uma vez. Pouco depois, Messi recebeu outra assistência do uruguaio e fechou a conta. Show garantido e título confirmado.

Com a conquista deste domingo, o Barcelona soma 25 títulos do Campeonato Espanhol. O maior campeão é o Real Madrid, com 33 troféus. Mas o que mais chama atenção é a fase de ouro do Barça na competição. Nos últimos dez anos, levou sete títulos. Na terceira posição em conquistas na Espanha vem o Atlético de Madrid: levantou dez vezes a taça.

Com os três gols marcados neste domingo, Messi soma 32 no Campeonato Espanhol e lidera a corrida pela Chuteira de Ouro, prêmio para o maior artilheiro entre as principais ligas da Europa. O principal adversário do argentino é o egípcio Salah, do Liverpool, com 31 gols. Immobile, da Lazio, tem 29 gols, e Lewandowski, do Bayern, tem 28 gols.

Ídolo do Barcelona, o meia Iniesta anunciou que deixará o clube no fim desta temporada. Aos 33, com isso, conquistou seu último título neste domingo pelo clube que o revelou. Ele começou a partida no banco de reservas, mas quando foi chamado pelo técnico Ernesto Valverde para entrar no jogo, acabou aplaudido por todo o estádio. Torcedores do La Coruña ovacionaram o jogador, que fez o gol do título mundial da Espanha na vitória por 1 a 0 sobre a Holanda em 2010, na decisão da Copa do Mundo da África do Sul. Na sua carreira pelo time catalão, Iniesta ganhou muitos títulos: Espanhol (nove), Copa do Rei (seis), Supercopa da Espanha (sete), Liga dos Campeões (4), Supercopa da Uefa (3) e Mundial de Clubes da Fifa (3).

Globo Esporte