Ponte Preta aciona Santos na Justiça e cobra dívida de R$ 800 mil por Felippe Cardoso

(Foto: Ivan Storti/Santos FC)


A Ponte Preta cobra do Santos uma uma dívida de R$ 800 mil envolvendo a transferência do atacante Felippe Cardoso à Vila Belmiro. O atraso em duas parcelas levou a diretoria da Macaca a acionar o Peixe na Justiça. A informação foi divulgada no último sábado pelo jornal Correio Popular, de Campinas, e confirmada pelo GloboEsporte.com.

O Santos fechou a contratação de Felippe Cardoso no começo de setembro (inicialmente por empréstimo e depois exerceu a opção de compra em outubro, com um contrato de cinco temporadas). Por 60% dos direitos econômicos, as partes fecharam um acordo de R$ 3 milhões. O valor seria parcelado até janeiro.

A Ponte, por sua vez, alega que recebeu apenas a prestação de setembro e que não viu o dinheiro de outubro e também novembro. Oficialmente, os clubes preferiram não se pronunciar sobre o caso.

A intenção da Ponte com a notificação judicial é buscar uma saída amigável para não ter que chegar às últimas consequências, como pedir a reintegração do jogador, o que estaria previsto no contrato em caso de calote. O Santos também pretende quitar a dívida o quanto antes para evitar maiores transtornos com a Justiça.

Aos 20 anos, Cardoso foi uma indicação do técnico Cuca e tem apenas três jogos desde que chegou ao Santos, com um gol.

Depois de passar quatro meses sem atuar pela Ponte, em recuperação de um problema crônico no púbis, o atacante estreou no clássico contra o São Paulo, mas voltou a passar um longo período no departamento médico e só ficou à disposição nas rodadas finais do Brasileirão, marcando na vitória por 3 a 2 sobre o Atlético-MG, no último fim de semana.

Globo Esporte