segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Cruzeiro volta à degola após 7 jogos, mas interino vê time no caminho certo

(Foto: Gabriel Lordello/Light Press/Cruzeiro)


O Cruzeiro esteve muito perto de deixar o Espírito Santo com um resultado pra lá de espetacular. A equipe mineira vencia o Flamengo até os dez minutos finais da partida. Porém, em uma mistura de falta de atenção com erros graves de finalização, o time mineiro levou a virada e saiu de campo com um gosto muito amargo da derrota por 2 a 1. Com o resultado, o clube voltou a figurar na zona de rebaixamento após sete rodadas. Mas nem tudo foi ruim no duelo em Cariacica. Substituto de Mano (suspenso) na beira do gramado, o interino Sidnei Lobo lamentou o revés, mas elogiou a quantidade de jogadas criadas pelos jogadores, e vê a atual presença no Z-4 apenas como temporária.

"Claro que a gente está triste, principalmente pelo que nós fizemos hoje. A gente tinha um propósito que era vir aqui, levar os três pontos e dar um passo importante para sair desta situação. Infelizmente, não conseguimos. Estivemos próximos de conseguir a vitória, mas não aconteceu. A equipe demonstrou um poderio muito grande, poderia ter feito mais gols hoje. Tivemos uma conversa rápida, o Mano Menezes também vai falar com eles durante a semana. Tenho certeza que pelo que eles fizeram hoje com certeza vamos sair dessa situação. A equipe está no caminho certo. Temos que continuar nessa mesma batida, nessa mesma intensidade que a gente está tendo nos jogos. A bola vai entrar novamente e a gente vai sair (do Z-4)", disse o auxiliar de Mano.

Além da posse de bola que pouco teve e do controle carioca durante a maior parte da partida, o que mais chamou a atenção no time mineiro foram as chances claras perdidas pelo seu centroavante Ramón Ábila. Com média de um gol a cada dois jogos neste Brasileirão, o atacante facilmente caiu nas graças da torcida, mas atualmente vive um inferno astral e somou sua quinta partida seguida sem marcar. De quebra, o jejum de gols teve peso extra, já que o atacante teve duas ótimas oportunidades de recolocar o Cruzeiro à frente do marcador, quando a partida ainda estava 1 a 1, mas perdeu ambas as chances. Questionado sobre o assunto, Sidnei evitou comentar sobre a seca de gols e minimizou o caso dizendo que o assunto será tratado internamente.

"Esse é um assunto que a gente vai tratar internamente. O Ábila nos ajudou em alguns jogos, perdeu alguns gols, mas não vamos individualizar. Vamos nos reunir na Toca e tratar desse assunto interno", concluiu.

Com o resultado, o Cruzeiro terminou a 27ª rodada abrindo a zona de rebaixamento. Desde que Mano Menezes chegou, a equipe saiu da penúltima colocação, reagiu e chegou a ocupar o 12º lugar. Porém, tropeços nas últimas quatro rodadas (um ponto em 12 disputados) fizeram o time despencar na tabela. No próximo sábado, o Cruzeiro recebe o Grêmio no Mineirão. Antes disso, vai a São Paulo enfrentar o Corinthians, em jogo de ida pelas quartas de final da Copa do Brasil.

UOL Esporte