sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Fifa e France Football anunciam fim de parceria na Bola de Ouro

(Foto: Getty Images)


A união da Fifa com a France Football para a Bola de Ouro chegou ao fim, conforme anunciaram a revista e a entidade nesta sexta-feira. O tradicional prêmio agora retornará para sua casa: a publicação francesa.

O vencedor da próxima edição será determinado por voto de jornalistas - jogadores (capitães das seleções) e técnicos não irão mais ter voz.

"O acordo contratual entre Fifa e France Football expirou em janeiro. Dissemos à France Football no começo de agosto que o contrato não seria renovado", afirmou a Fifa, que planeja continuar com suas premiação anual de melhor jogador e melhor jogadora. 

A união entre as duas instituições se deu em 2010. Desde então, apenas Lionel Messi e Cristiano Ronaldo faturaram a honraria. O argentino, dono de cinco premiações no total - e quatro no período Fifa/France Football - e o atual e o maior vencedor.

A primeira Bola de Ouro foi dada a Stanley Matthews, que na época estava no Blackpool e superou Alfredo Di Stefano para ficar com o título em 1956. Somente atletas europeus disputavam até 1994.

O primeiro não-europeu a levar o prêmio foi George Weah, do Milan, em 1995.