Palco da Copa, estádio com "puxadinho" é inaugurado em Ecaterimburgo

(Foto: AP)


A cerca de dois meses para a Copa do Mundo, a Rússia inaugurou no último domingo seu sexto palco para a competição. O Estádio de Ecaterimburgo teve reabertura oficial marcada pelo confronto entre Ural e Rubin Kazan, que empataram em 1 a 1 em duelo pela 24ª do Campeonato Russo. O local ainda receberá mais dois eventos testes, nos dias 15 de abril e 6 de maio, antes do Mundial - quando será palco para os confrontos Egito x Uruguai, França x Peru, Japão x Senegal e México x Suécia.

A arena, construída inicialmente em 1953, foi totalmente reformada, mas preservou a fachada original, que contém imagens decorativas do neo-classicismo soviético. O estádio, entretanto, chama a atenção por ter um desenho um tanto quanto exótico por conta dos "puxadinhos" do lado de fora: duas arquibancadas erguidas externamente ao anel principal.

Apesar do modelo pouco convencional, as arquibancadas apresentam uma visão normal do campo de jogo, como mostra uma imagem publicada pela agência AP no confronto do último domingo. A Fifa afirma que o modelo projetado, com estas arquibancadas externas erguidas de forma provisória, buscou diminuir os custos da reforma e ajudar na preservação da fachada.

O modelo de arquibancadas removíveis se assemelha ao implantado na Arena Corinthians, na Copa de 2014. E apesar das preocupações do público com a visibilidade e com a ação da chuva e do sol nos locais mais altos do setor, o porta-voz da Fifa afirma que foram feitas visitas e inspeções ao local, e que a arena cumpre com todos os requerimentos de comodidade e segurança.

O motivo da adição destes lugares passa pela capacidade anterior do estádio. No momento da escolha da sede, a arena inha espaço para 27 mil espectadores, número menor do que o exigido para partidas da fase de grupos da Copa do Mundo; sendo assim, não estaria elegível. No entanto, com o acréscimo dos curiosos assentos, a capacidade subiu para 35 mil, suficiente para abrigar os jogos do Mundial.

Agora restam seis estádios a serem inaugurados pelo Comitê Organizador - a princípio, todos serão abertos ainda em abril. Trata-se das arenas de Kaliningrado (11 de abril), Rostov (15 de abril), Nizhny Novgorod (15 de abril), Saransk (21 de abril), Volgogrado (21 de abril) e Samara (28 de abril).

Globo Esporte