quarta-feira, 30 de maio de 2018

Após avaliação, federação diz que Salah ficará parado no máximo por três semanas

(Foto: Reprodução)


O otimismo quanto à recuperação de Salah vem crescendo na Federação Egípcia de Futebol. A entidade divulgou nesta quarta-feira um pequeno comunicado em suas redes sociais, na qual garante que o astro ficará parado por no máximo três semanas. Desta forma, ele estaria apto a voltar a jogar ainda na fase de grupos da Copa do Mundo.

Salah foi avaliado nesta quarta-feira por um médico escolhido pela federação, que viajou à Espanha para encontrar com o atleta, acompanhado do presidente da entidade, Hany Abo Rida. A expectativa inicial, segundo um dos fisioterapeutas do Liverpool, era que o egípcio pudesse ficar parado de três a quatro semanas. Mas, segundo o órgão que comanda o futebol do país, hoje a previsão é menor.

- Depois de encontrar Abu Rida e o médico da seleção hoje na Espanha, a Federação de Futebol reafirma: Salah na jogar a Copa do Mundo. Se tudo der certo, sua ausência não vai exceder três semanas - diz a mensagem postada nas redes sociais pela federação.

De acordo com um jornalista do site Bleach Report, o presidente da entidade apontou que Salah não deve estar disponível para a estreia no Mundial, diante do Uruguai, no dia 15 de junho, em Ecaterimburgo, às 9h (de Brasília). Entretanto, já estaria apto a jogar na segunda rodada do grupo A, contra a Rússia, em São Petersburgo, no dia 19. O último jogo dos egípcios na primeira fase é contra a Arábia Saudita, no dia 25, em Volgogrado.

Vila de Salah na expectativa por ver ídolo comandar Egito em uma Copa depois de 28 anos
Salah sofreu uma lesão no ombro esquerdo ainda no primeiro tempo da decisão da Liga dos Campeões, após disputa de bola com Sergio Ramos. O astro do Liverpool precisou deixar o campo aos 30 minutos de jogo, vendo sua equipe ser derrotada pelos merengues.

Globo Esporte