sábado, 19 de maio de 2018

Em jogaço, Djokovic vende caro, mas Nadal garante vaga na final de Roma

(Foto: Reprodução)


Em uma partida de encher os olhos, com dois ex-número 1 do mundo atuando em alto nível, melhor para Rafael Nadal, que bateu Novak Djokovic neste sábado para chegar a mais uma decisão no Masters 1000 de Roma. O sérvio voltou a ter uma grande exibição, lutou muito, mas não resistiu ao espanhol, que venceu por 2 sets a 0, parciais de 7/6 (4) e 6/3, em 1h56 de confronto.

Essa será a décima vez que Rafael Nadal disputará o título do Masters 1000 de Roma, tendo vencido o título em sete oportunidades. Apenas Novak Djokovic, duas vezes (em 2011 e 2014), foi capaz de desbancar o espanhol em decisões na capital italiana. Dessa vez, o rival sairá do confronto entre Marin Cilic e Alexander Zverev, que atuam ainda neste sábado.

Se conquistar o oitavo título em Roma, Rafael Nadal voltará a ser o número 1 do mundo, posto atualmente ocupado por Roger Federer. Se ficar com o vice, permanece na segunda posição. Apesar da boa campanha na Itália, Djokovic perderá quatro posições e vai aparecer em 22º lugar na segunda-feira por ter ido à decisão na última temporada.

O jogo

Com dois break points no primeiro game salvos, Rafael Nadal viu que o jogo contra Novak Djokovic não seria nada fácil. Como poucos, o sérvio soube incomodar o saque do espanhol e nas trocas de bolas entre eles, atuando na linha de base. Apesar do equilíbrio, foi Nadal quem pulou na frente ao conseguir uma quebra no sexto game e confirmando seu serviço na sequência para abrir 5/2. No entanto, quando sacou para o set, viu Djokovic crescer para devolver o break e logo depois empatar em 5/5. Sem novas chances de quebra, a decisão ficou para o tie-break.

O game decisivo começou animado, com Djokovic saindo com um mini break, e Nadal variando muito na sequência para ganhar os pontos nos saques do sérvio. O duelo seguiu num enorme equilíbrio, mas Nadal aproveitou bem as devoluções no fim e, com um lindo winner na paralela ao devolver o saque de Djokovic, venceu o set por 7-4.

O segundo set seguiu bastante equilibrado, com Nadal fazendo valer da paciência para vencer pontos longos, enquanto Djokovic tentava encurtar as coisas e jogava mais agressivo. A tática do espanhol foi mais eficiente no terceiro game para ele conseguir a quebra de zero no saque do sérvio, que reclamou muito do sol em seu lado da quadra. Quando tinha 4/3, Nadal viu seu serviço bastante ameaçado quando Djokovic subiu o nível na devolução, mas não conseguiu chegar à quebra. Foi o bastante para minar as ações do sérvio, que ainda viu Nadal encaixar mais um break com um winner para matar o jogo em 6/3.

Globo Esporte