sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Escolha certa de calçados pode evitar lesões para corredores

(Foto: (Divulgação)


O mundo do esporte tem grande diversidade de modalidades. Cada categoria necessita de acessórios específicos. O calçado é um instrumento indispensável em quase todas atividades. Além de otimizar os resultados eles podem evitar lesões. Por isso, para os corredores a escolha do par de tênis ideal pode ser difícil.

Entre tantas opções, inclusive para cada categoria, é preciso escolher com atenção e deixar o visual atraente como último requisito de seleção. É importante observar se o tênis escolhido está de acordo com o esporte praticado e o tipo físico do atleta, seja ele profissional ou amador.

A fisioterapeuta da Clínica Collucci com especialização em podoposturologia, Thania Cordeiro, afirma que os cuidados com a saúde devem ser feitos periodicamente. "Na maior parte dos casos, as pessoas se preocupam apenas com a parte do corpo que está doendo. Porém, uma pisada errada pode causar dores nas costas, pescoço, pernas, joelho e nos próprios pés e lesões graves com o passar do tempo”, explica.

A corrida é um esporte que pode gerar impacto sobre as articulações, especialmente os joelhos e depende do tipo de percurso ou treino escolhidos. Em corridas mais rápidas e curtas utiliza-se mais a ponta dos pés, e o corpo fica projetado para frente. Já em percursos mais longos a pisada é feita com o calcanhar e o corpo centralizado é o mais indicado.

Escolher o tênis incorreto, com o tempo, pode causar dores musculares, desconforto e até lesões. Por isso, lembre-se sempre de consultar um profissional de análise da marcha sobre o seu tipo de pisada antes de comprar o seu calçado.

Confira algumas dicas separadas pela especialista na hora de definir qual o melhor tênis para você:

Amortecimento

Estudos recentes mostram que o impacto gerado durante a corrida pode ser dissipado no arco plantar e no tornozelo, tornando desnecessário o uso de tênis com amortecimento e favorecendo a corrida com os pés descalços, ou usando tênis mínimo, com solado fino.

“Particularmente sou fã deste tipo de corrida, mas acredito que nem todo mundo deva sair por aí correndo descalço. Nossos pés são muito eficientes se o arco estiver normal, tornozelos neutros, musculatura em ordem. No geral, temos que lembrar que aprendemos a usar sapatos desde a tenra infância, e por isso há uma adaptação da musculatura dos pés ao longo dos anos, nos levando à necessidade de calçados com certo amortecimento para as atividades físicas” ressalta Thania.

Por isso, na hora de escolher o tênis correto, é preciso analisar a qualidade do solado e a sua capacidade de absorver impacto. O mercado oferece uma infinidade de modelos de calçados para corrida. Alguns possuem amortecedores, enquanto outros são produzidos com materiais mais macios ou possuem tecnologias específicas para melhorar esse item, como a utilização de gel no interior do solado. Assim, os tênis de corrida podem variar bastante de preço. Cabe a você escolher aquele que se encaixa no seu orçamento, mas que também ofereça um sistema de amortecimento adequado para o seu tipo de pisada.

Aderência

É importante observar o tipo de solado e qual a aderência que ele terá com o solo. Os tênis de corrida necessitam ter um bom atrito com o chão para evitar escorregões e melhorar a impulsão. Opte por produtos com o solado mais áspero e que possuam ondulações.

Resistência

A deformação do tênis durante o exercício também deve ser observada. O pé precisa fazer movimentos de marcha ou corrida sem precisar gastar muita energia contra a resistência do calçado. Portanto, se uma pessoa é mais leve, precisa geralmente de um tênis menos resiliente e uma pessoa com porte físico maior deve usar um par com maior resiliência para dar o suporte adequado. Além disso, é imprescindível saber se os alinhamentos de tornozelo e joelhos estão em ordem, ou se a pisada é pronada, supinada ou neutra. Existem tênis que corrigem estas variações e podem até aumentar o desempenho do atleta, ou prejudicar e lesionar, quando mal indicados.

Pisada

Esse é um dos pontos mais importantes na hora de comprar um tênis de corrida, mas muitas pessoas sequer conhecem. A pisada está relacionada à forma como os seus pés tocam o solo. Sendo assim, é preciso optar por um que se amolde perfeitamente a ela. Existem vários tipos de pisada, sendo estes três os mais comuns:

Neutra: é a pisada normal, na qual há contato mais homogêneo com o solo, respeitando o arco longitudinal medial;

Pronada: onde ocorre rotação medial ou eversão do tornozelo; pode ser acompanhada de pés chatos ou pisada plana, quando há queda mantida do arco longitudinal durante a marcha.

Supinada: é o oposto da pisada pronada e apresenta-se com o tornozelo em inversão; pode ser acompanhada dos pés cavos, quando o arco longitudinal é muito alto, enrijecendo a passada.

“Como qualquer atividade física, a corrida deve ser praticada com segurança, presando pela saúde, para evitar lesões. Muitos deixam de exercer um esporte por não se preocuparem com o corpo e por não terem acompanhamento especializado. Divirta-se, mas cuide-se em primeiro lugar”, afirma Cordeiro.