Sou do Esporte elege Confederação Brasileira de Rugby como exemplo de governança no Brasil

Agustin Danza, Diretor Executivo da CBRu, recebe o prêmio pela CBRu, com Nalbert Bitencourt e Rogério Sampaio (Foto: Kadeh Ferreira)


A Sou do Esporte, entidade sem fins lucrativos que promove ações para o desenvolvimento do esporte brasileiro, realizou ontem o III Prêmio Sou do Esporte, no Hotel Grand Hyatt da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

As entidades finalistas na categoria Governança desta edição foram: CBAT (Atletismo) CBRu (Rugby) CBV (Vôlei) CBTM (Tênis de mesa) e CBVela (Vela) e, pelo terceiro ano consecutivo, a Confederação Brasileira de Rugby foi a melhor pontuada no estudo de governança da Sou do Esporte.

"A CBRu é uma entidade moderna que tem em sua missão a governança como força motriz e isso se reflete no estudo. Mesmo ela tendo sido novamente a melhor pontuada, outras entidades como a do Atletismo, por exemplo, vêm subindo ano a ano e demonstrando que as ações contínuas estão tendo resultados. Outra que merece destaque é a CBVela que estreou como uma das cinco melhores entidades melhores pontuadas no estudo; reflexo do sensacional trabalho que o presidente desta Confederação, Marco Aurélio de Sá Ribeiro vem liderando. Não é à toa que ele foi eleito pela Sou do Esporte na categoria Gestor do Ano", ressaltou Fabiana Bentes, presidente da Sou do Esporte.

Para Agustin Danza, Diretor Executivo da CBRu, "é motivo de muita alegria continuar liderando no âmbito da Governança no mundo esportivo do Brasil, mas estamos muito felizes também por todo o movimento que a Sou do Esporte está fazendo, colocando a governança como uma das prioridades entre as confederações, governo, imprensa e a opinião pública. Vamos continuar trabalhando para manter a CBRu no topo e, com isso, também ajudar outras entidades a melhorarem suas práticas. Nossa missão é colocar o Rugby do Brasil na elite do mundo e ajudar na transformação do esporte brasileiro", ressaltou Danza.

O Secretario Nacional de Esporte de Alto Rendimento, Rogerio Sampaio, destacou a importância da Sou do Esporte: "É importantíssimo ver uma entidade como a Sou do Esporte que, de forma ativa, participa das questões de governança e da participação de atletas na gestão das entidades esportivas, além de reconhecer e premiar as melhores entidades em governança. Acho relevante também o convite do Ministério do Esporte feito à Sou do Esporte para desenvolver um projeto de oficinas para os atletas, já que eles estão ganhando espaço e poder na gestão das entidades. Assim, eles entendem a importância de sua atuação na gestão esportiva", declarou ele.

Criado em 2015, o Prêmio é o único da América Latina destinado às confederações olímpicas que têm seus atributos de governança analisados em um estudo produzido pela entidade e reconhecido pela organização dinamarquesa Play the Game, que atua na promoção da democracia, transparência e liberdade de expressão no esporte.

O Prêmio Sou do Esporte avalia as práticas de governança de entidades esportivas a partir de mais de 130 atributos, abalizados nos principais indicadores: Transparência, Equidade, Prestação de Contas, Integridade Institucional e Modernidade.

Paulo Wanderley, presidente do Comitê Olímpico do Brasil, "O Prêmio Sou do Esporte é uma importante homenagem àqueles que prestam contribuições significativas ao desenvolvimento esportivo em nosso país e não está ligado à conquista esportiva especificamente, mas ao trabalho diferenciado que leva à essa conquista. Além disso, muitas das boas práticas de governança, preconizadas pela Sou do Esporte, estão sendo objeto de implementação em nossa gestão no Comitê Olímpico do Brasil", afirmou Paulo Wanderley.

Além das confederações, a Sou do Esporte homenageia atletas e entidades que trabalham para o desenvolvimento do esporte no país.

Homenageados do III Prêmio Sou do Esporte:

Homenageado especial da edição 2017: Eder Jofre, um dos maiores boxeadores da história do esporte
Atleta de Valor: Susana Schnardorf (Natação Paralímpica), Rodrigo Minotauro (MMA) e Isabel Swan (Vela)
Atitude Positiva: Comissão de Esporte da Câmara dos Deputados
Sou do Esporte Solidário: Projeto Grael
Gestor do Ano: Marco Aurélio de Sá Ribeiro (CBVela)
Patrocínio Sustentável: Estácio Universidade
Eder Jofre

Prêmio - Vencedores nas edições anteriores:

2015

Governança: CBRU, CBTM, CBV (ENTIDADES COM MEDIA SUPERIOR A 5)

Gestor do Ano: Andrew Parsons

Solidário: Vila Olímpica da Maré – Senhor Amaro Domingues

Atleta de Valor: Nalbert Bitencourt, Lars Grael, Gabriel Mendes & Raphael Espindola: Complexo do Alemão

Atitude Positiva: CBAT

Homenagem especial: Prof. Dr. Lamartine DaCosta

2016

Governança: CBRU, CBHB, CBAT, CBV, CBTM (ENTIDADES COM MEDIA SUPERIOR A 5)

Gestor do Ano: Ricardo Trade

Solidário: Instituto Urecê

Atleta de Valor: Guilherme Murray, Clodoaldo Silva, Sergio Santos

Atitude Positiva: Comissão dos atletas da CBV – André Heller

Homenagem especial: Mestre Geraldo Bernardes